Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 29 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
DOURADOS - Maus tratos

Frágil, com fome e sede, cavalo apanha por não conseguir andar em Dourados

1 Mar 2014 - 07h38Por DOURADOS AGORA

Um cavalo fragilizado, com fome e muita sede empacou na tarde desta sexta-feira no Jardim Itaipu, em Dourados. Exausto de puxar a carroça, o animal parou próximo ao meio fio. Os donos, um casal, passou a surrá-lo, momento em que uma defensora de animais interviu.

Quem relata é psicóloga Ana Paula Salem. "Vi essa cena de maus tratos bem na hora que eu e minha amiga Norma alimentávamos os cachorros recolhidos pela ONG Refúgio dos Bichos. Percebemos que o cavalo não conseguia mais andar, ainda assim os donos insistiam em surrá-lo", descreve a protetora de animais.

Ela conta que imediatamente sua amiga Norma foi em direção do casal e pediu para que o homem e a mulher parassem de bater no cavalo. "Assim que minha amiga notou o cansaço do animal, imediatamente ela levou a ele um balde com água, que foi tomado em instantes", disse a psicóloga.

Para mostrar a fragilidade do animal, Ana Paula fez imagens e postou no facebook, causando revolta de muitas pessoas. Além do cansaço físico, Ana Paula e Norma constataram várias feridas no cavalo.

"Além dele estar muito magro, no peito havia uma grande ferida. Outra situação agravante que encontramos foi a rédea, feita com corda e corrente de bicicleta. Aquilo estava cortando a cara do animal, que já estava com marcas", relata Ana Paula, que retirou a corrente com o auxílio da amiga e fez curativo nas feridas.

Maus tratos

Em Dourados há pelo menos 200 cavalos ‘trabalhando’ na cidade, a maioria para carregar entulhos em geral e de jardinagem. Uma lei municipal (1.067/1979) proíbe a utilização de animais doentes, feridos, mal alimentado, durante o trabalho, no entanto, é comum ver nas ruas animais maltratados puxando carroça.

Segundo o capitão Carlos Magno da Silva, da Polícia Militar Ambiental (PMA) em Dourados, denúncias sobre maus tratos podem ser feitas no período de 24 horas na PMA, pelo telefone 3428-0384. Fotos também podem ser encaminhadas ao e-mail pmaddos@hotmail.com.

"A maioria das denúncias que chegam até a gente é de animais de pequeno porte, como cães e gatos, porém, atendemos a todos os pedidos e se o responsável pelo animal for flagrado cometendo maus tratos ele será multado e encaminhado à delegacia", diz o capitão da PMA, acrescentando que, dependendo do caso, o Ministério Público denuncia o cuidador do animal à justiça.

Em Dourados não há locais para recolhimento de animais, o que dificulta o trabalho da PMA. "Não podemos sair resgatando animais, no entanto, constatando maus tratos, temos parcerias com as universidades (Unigran, Anhanguera) que ajudam a tratar desses animais e o cuidadores dos mesmos poderão arcar com as despesas", disse Carlos Magno.

Doação

A Ong Refúgio dos Bichos, criada por um grupo de amigas ao qual Ana Paula e Norma fazem parte, cuida de animais abandonados. Não há sede própria e os bichos recolhidos vão para a casa de voluntários. Se necessário, os animais passam por tratamento para posteriormente serem colocados à adoção.

Como não tem fins lucrativos, a ONG sempre precisa de doações, como ração e medicamentos, para tratar dos animais (cães e gatos). As voluntárias preparam a 2ª edição de um bazar que vende diferentes utensílios (cozinha, roupas, bijuterias, etc), cujo lucro é revertido para a compra de ração e remédio. Interessados em contribuir com doações podem entrar em contato pelo telefone (67) 9933-7455.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTONA NA PANDEMIA
Guarda Municipal acaba com 'festona' em flagrante com 119 adolescentes em MS
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTÍCIA TRISTE
NÃO DEU TEMPO: 'Ceará' morre na véspera de encontro com os filhos que não via há 23 anos
FORÇA TÁTICA DE FÁTIMA DO SUL
Força Tática de Fátima do Sul apreende mais de 100 quilos de maconha
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre ônibus e caminhão matou 41 pessoas
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Mãe e Bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito (MS)
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
COISA DE FILME DE TERROR
Vizinhos de massagista estão em choque com crueldade do crime em cidade do MS
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
BARBÁRIE
Chargista é esquartejado e corpo colocado em malas