Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

Zeca preside nesta sexta reunião do Codesul no Paraná

16 Jul 2004 - 07h49
O governador Zeca do PT preside, nesta sexta-feira, no Hotel Bourbon Cataratas Resorts & Convention, em Foz do Iguaçu (PR), reunião do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul), que congrega os estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Os governadores Zeca do PT (MS), Germano Rigotto (PMDB-RS), Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) e Roberto Requião (PMDB-PR) vão discutir na reunião, a primeira presidida pelo governador Zeca desde que assumiu o comando do bloco, em 12 de março deste ano, entre outros temas, logística de transportes, papel do Codesul no Mercosul (Mercado Comum do Cone Sul), localização estratégica e importância dos corredores bioceânicos, banco de desenvolvimento e investimentos e cooperação nas áreas de turismo, cultura, segurança, defesa civil, energia, ciência e tecnologia.

O governador Zeca do PT assumiu a presidência do Codesul pela segunda vez, defendendo maior aproximação e intensificação da cooperação entre os estados e maior interlocução do bloco com os estados, províncias e departamentos dos países do Mercosul. “Estamos saindo do discurso para, na prática, promover efetivamente a integração da América do Sul, o que vai ao encontro da política externa do presidente Lula”, afirmou o governador.

No encontro de Foz do Iguaçu, os governadores dos quatro estados vão discutir, também, os impactos da reforma tributária, tema que deve ser abordado pelo governador gaúcho. Para o governador Zeca do PT, o bloco dos estados do Sul tem papel fundamental no processo de integração da América do Sul e, sobretudo, dos países que integram o Mercosul.

Zeca do PT analisa que o Codesul é um importante instrumento de articulação de políticas que fortaleçam o Mercosul e o processo de integração. Por se situarem na fronteira com Argentina, Uruguai, Bolívia e Paraguai, os estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul têm, segundo Zeca, mais condições de articular a integração. "O Brasil só poderá se desenvolver de fato se ajudar seus vizinhos."
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista