Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 27 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Polícia tem pista de quem matou professor em Camapuã

20 Nov 2009 - 09h29

 

A Polícia Civil de Camapuã já tem o nome de um suspeito da autoria do assassinato do professor de matemática, Divani Rodrigues da Silva, de 52 anos, que foi encontrado morto na manhã deste domingo, em Camapuã, cidade que fica a 142 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com rumores de habitantes da cidade, um suspeito de ter praticado o crime é Edilson Ribeiro da Silva, de 21 anos.  A polícia confirmou o nome, porém ressalta que não pode afirmar que ele seja o autor do crime, mas trabalha com a hipótese de que Edilson possa ser o responsável .

Na manhã de domingo, Divani foi encontrado nu, com um fio amarrado ao pescoço, dentro da residência dele, na rua Schroder Campos, no bairro Vila Jardim dos Palmares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio
ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"