Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Pecuaristas criticam exigências ambientais dos frigoríficos

9 Ago 2010 - 14h52Por MNP Notícias
Pressionados a provar que cumprem a legislação ambiental, pecuaristas de Mato Grosso reagiram contra os maiores frigoríficos do Brasil.

Em carta aberta aos grupos Marfrig e JBS-Friboi, a Acrimat (Associação dos Criadores de Mato Grosso) disse que o setor sofre ameaças, mas não irá aceitar "abusos" e "formação de cartel".

Desde que firmaram acordos com o Ministério Público Federal no Pará e em Mato Grosso, os dois frigoríficos passaram a exigir que seus fornecedores comprovem a origem legal do gado.

O objetivo da medida é barrar a expansão do desmate e o uso de áreas de preservação e reservas indígenas para a criação do gado.

Para a Acrimat, porém, as exigências "invertem o ônus da prova" e são uma "forma de manipular a relação comercial com o pecuarista".

"Nós, produtores, não temos nenhuma relação com os acordos assinados junto ao Ministério Público Federal e ONGs. Não somos testemunhas nem responsáveis por assinatura desses pactos."

Os criadores criticaram os frigoríficos, que exigem a apresentação de documentos "como se fossem os responsáveis pela fiscalização e execução das leis": "Marfrig e JBS-Friboi colocam os pecuaristas na vala comum de invasores de terra, dos que vivem à margem da lei. Não somos transgressores".

Mato Grosso tem o maior rebanho bovino do país: 27,3 milhões de cabeças.

Em nota, o grupo JBS-Friboi disse que a "sustentabilidade é um valor fundamental" e que, por conta disso, possui um controle na aquisição de gado de acordo com a legislação socioambiental.

O grupo Marfrig disse que promove boas práticas ambientais e que "se reserva o direito de adquirir matéria-prima de fornecedores alinhados" com essa exigência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caixa com cenouras de boa qualidade 100 DESPERDÍCIOS
Governo cria Rede de Bancos de Alimentos para combater desperdício
Ainda de acordo com a atualização, 567.369 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.753.082 se recuperaram. PANDEMIA
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h
Apesar do esforço médico a adolescente não resistiu. DESCARGA FATAL
Adolescente segura extensão de energia e morre após sofrer descarga elétrica
Assaltante magro está com um revólver na mão direito e boné na esquerda TERROR NA RODOVIA
Vídeo mostra ação extremamente violenta de ladrões em Rodovia
As imagens mostram que a vítima estava prestes a sair de moto VIOLENCIA NA CIDADE
Homem é flagrado agredindo e tentando atropelar a ex; veja vídeo
Bolsonaro autorizou estudos para a área. PROGRAMA ASSISTENCIAL
Após desistir do Renda Brasil, Bolsonaro autoriza criação de novo programa social
Bolsonaro com Ricardo Barros APREENSÃO
Gaeco cumpre mandado em escritório de Ricardo Barros, lider do governo Bolsonaro na Câmara
presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) AGORA
Maia testa positivo para Covid-19, informa assessoria do deputado
 Joice Pastre, 27 anos, morreu na última sexta-feira (11) GESTO NOBRE
Família doa órgãos de jovem que sofreu aneurisma cerebral