Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Para fechar com tucanos, PT tem pesquisa mostrando que Delcídio perde com Puccinelli

16 Set 2013 - 13h49Por Mídia Max
Divulgação
 

O senador Delcídio Amaral (PT) caminha a passos largos para fechar uma aliança com o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) na campanha pelo Governo do Estado e Senado Federal em 2014. Nesta semana as duas lideranças podem dar um passo definitivo para fechar o acordo, embora vivam declarando que ainda é cedo para fechar aliança.

O Midiamax apurou que na quarta-feira (18) o PT recebe uma pesquisa encomendada para avaliar a aprovação popular do senador com diversos aliados. É neste estudo que o partido vai se basear para provar ao diretório nacional que a aliança com o PMDB pode levar o senador Delcídio do Amaral a uma derrota acachapante no Estado. Embora os estudos ainda estejam em fase final, as lideranças já sabem que os números não são nada bons quando se trata de uma parceria entre PT e PMDB.

Procurado pela reportagem, o senador confirmou a pesquisa, mas não comentou o resultado final. Sobre alianças, ele explicou que está priorizando os partidos de centro-esquerda, mas também conversa com o PSDB e até com o PMDB. “Estamos conversando com todo mundo e fazendo avaliações, mas não chegou o momento de bater o martelo”, justificou.

Ao comentar a diferença na relação com o PSDB e com o PMDB, Delcídio fez questão de pontuar que tem um bom diálogo com o partido de Puccinelli porque sempre manteve uma relação de trabalhar pelo Estado. “Volto a dizer que meu ônibus está vazio, com espaço na janela, frente, fundo e em qualquer lugar”, brincou.

O PMDB tem como pré-candidato o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB). Todavia, há quem aposte na aliança entre PMDB e PT, forçada pelo diretório nacional das duas siglas. Neste caso, caberá ao PMDB abrir mão da cabeça de chapa, ficando apenas com a vaga de senador, que neste caso ficaria com Puccinelli ou Simone Tebet (PMDB), já que Nelsinho só aceita se candidatar ao Governo do Estado.

PSDB também se movimenta

Nesta terça-feira (17) o deputado federal Reinaldo Azambuja também participa de reunião que pode ser definitiva para fechar aliança com o PT. Ele se reúne com o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, para falar sobre o futuro do partido no Estado.

Aécio e Delcídio se reuniram na semana retrasada e falaram da possibilidade de aliança entre as siglas no Estado. Segundo Delcídio, a conversa foi muito produtiva e Aécio exigiu em troca apenas um palanque no Estado. Neste caso, o palanque contaria com Reinaldo Azambuja, candidato ao Senado na chapa. Delcídio acredita que após a reunião com Azambuja, Aécio terá que levar a discussão ao diretório nacional do PSDB, que também precisa aprovar.

Divulgação
 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça