Menu
SADER_FULL
terça, 15 de junho de 2021
Busca
Brasil

Caarapó promove Dia de Combate à Violência Sexual

8 Out 2009 - 15h10Por Fátima News, com Assessoria

A prefeitura de Caarapó, através da Secretaria de Ação Social, comemorou na última terça-feira o Dia Estadual de Combate à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes. Foram realizadas diversas atividades, como panfletagem, adesivagem, blitz educativa no centro da cidade e  colocação de faixas enfocando a campanha.

 

 

 

As atividades foram realizadas com o objetivo de conscientizar a população caarapoense sobre a violência sexual acometidas contra crianças e adolescentes, assim como a importância das denúncias.

 

 

 

O trabalho foi realizado pelos membros da Comissão Municipal de Combate e Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual, Conselho Tutelar; do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), equipe do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), integrantes do ProJovem e da Secretaria Municipal de Ação Social.

 

 

 

Segundo a secretária de Ação Social, Évinei Arce da Silva Oliveira, a intenção é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta de prevenção e combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, pois ninguém está livre de ser atingido por essa situação. “É preciso formar uma consciência nacional para denunciar e romper com esse ciclo de violência e proteger as crianças e os adolescentes brasileiros”, falou.

 

 

 

De acordo com a coordenadora do CREAS em Caarapó, Luciene Cavalheiri, “infelizmente essa uma realidade brasileira, mas ações como esta são uma forma de quebrar o muro do silêncio e uma maneira de inibir um pouco mais  os agressores”.

 

 

 

Já o prefeito Mateus Palma de Farias (PR) disse que as crianças e os adolescentes vulneráveis a esse tipo de violência sofrem danos irreparáveis para o seu desenvolvimento físico, psíquico, social e moral. “Esses danos podem trazer consequências penosas em suas vidas, como a vergonha, indignação, uso de drogas, gravidez precoce indesejada, rejeição por familiares, distúrbios de comportamento, condutas anti-sociais e infecções por doenças sexualmente transmissíveis. E diante desta situação não podemos cruzar os braços para esta realidade. Precisamos agir”.  

 

 

 

Em Caarapó, o atendimento psicossocial às vítimas e famílias é feito pelo CREAS, que conta com equipe especializada formada por  psicóloga, assistente social e educadora. Para denunciar eventuais casos de abuso contra criança ou adolescente, basta ligar para o CREAS no telefone 3453-1387, Conselho Tutelar  - 3453-1192, Polícia Militar - 190 ou no disque-100.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego
+ AUMENTO
Gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda feira, 14
CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal