Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Secretário de Governo deu início à operação que prendeu o prefeito

1 Set 2010 - 10h02Por Diário MS

O secretário de Governo de Dourados, o jornalista Eleandro Passaia, foi quem deu início à Operação Uragano (furacão em italiano) desencadeada nesta manhã pela Polícia Federal e que resultou na prisão do prefeito Ari Artuzi (PDT), da primeira-dama Maria Freitas, de 8 vereadores e 5 secretários municipais, além de empresários e prestadores de serviço à prefeitura.

De acordo com relato feito ao radialista Antonio Coca, da rádio Grande FM, o secretário de Governo decidiu procurar a Polícia Federal e denunciar esquema de corrupção, recebimento e pagamento de propina. Ele estava inconformado com determinações feitas pelo prefeito.

A partir daí, com seu consentimento, seu telefone celular foi grampeado e ele começou a agir, gravando entrega de propina para vereadores. Os vídeos estão em poder da Polícia Federal.

Eleandro Passaia pretende conceder entrevista amanhã. O Diário MS apurou que ele não quer ser comparado a episódio semelhante ocorrido no Distrito Federal.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso