Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

São Gabriel: vereadora que pode ser cassada pede licença

8 Set 2007 - 09h33

A vereadora Maria Marilene Zatti (sem partido) protocolou nessa quinta-feira (6 de setembro) o quarto atestado médico no Conselho de Ética da Casa em pouco mais de um mês, conforme informou a assessoria da Casa de Leis. O documento prevê seu afastamento por tempo indeterminado, e pode adiar a votação de projeto de lei que tramita na Câmara e prevê a cassação de seu mandato por improbidade administrativa. A matéria deverá ir à apreciação do plenário na próxima terça-feira (11), mesmo dia em que os parlamentares votarão a cassação de Genildo Mendes (PT).

Mendes é acusado de concussão (extorsão praticada por funcionário público), por exigir de Maria Zatti R$ 20 mil para cessar com denúncias contra a vereadora. Ele foi flagrado em uma ação conjunta da Unicoc, Polícia Civil e Ministério Público. O petista acusava a vereadora de exercer irregularmente função na Rede Municipal de Ensino de São Gabriel do Oeste – concomitantemente com suas funções no Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Norte. Ela ocupava a presidência da Casa e, em função do caso, acabou destituída.

Maria Zatti, por sua vez, foi acusada de contratar com recursos públicos, sem licitação ou conhecimento dos demais parlamentares, dois escritórios de advocacia da Capital para defende-la no processo de afastamento da presidência. O valor pago pelos serviços seria de R$ 10 mil. Nos três primeiros atestados apresentados à Casa de Leis, a vereadora alegou passar por tratamento odontológico. Desta vez, ela pede afastamento a partir de 3 de setembro, por tempo indeterminado.

 

 

Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel