Menu
SADER_FULL
domingo, 23 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Remédio anticâncer testado só em rato é vendido na internet

30 Mar 2007 - 04h38
Pacientes estão comprando pela internet um medicamento experimental contra o câncer, segundo relatou a revista científica Nature. O remédio, chamado DCA, encolheu tumores em testes realizados em ratos, mas ainda serão necessários anos para iniciar os testes em humanos.

Segundo a Nature alguns pacientes em estado terminal estão tomando o remédio, pois não querem esperar pela conclusão da pesquisa. A revista sugere que cerca de 200 pessoas no mundo teriam comprado o medicamento pela internet.

Especialistas britânicos em tratamento de câncer alertaram os pacientes para o fato de que não há provas de que o DCA seja benéfico, e o medicamento pode até causar problemas.

Ratos

O DCA, ou dicloroacetato, é uma pequena molécula que bloqueia uma enzima na mitocôndria - que gera energia e também controla o ´suicídio´ das células.

Evangelos Michekalis, da Universidade de Alberta, no Canadá, investigou o medicamento e descobriu que células cancerosas desligavam o mecanismo de suicídio.

O médico realizou testes em ratos que mostraram que o DCA pode reiniciar o mecanismo que leva ao suicídio da célula e levar estas células à morte. Os tumores encolheram em cerca de 75% dentro de três semanas. Outro trabalho mostrou que o DCA pode matar células cancerosas humanas em laboratório, mas nenhum paciente recebeu o medicamento para tratar o câncer.

Reputação

Michelakis e outros médicos estão preocupados. Ele afirmou que o uso do medicamento por estes pacientes pode prejudicar os esforços para realizar um julgamento controlado de efeitos colaterais prejudiciais que possam ocorrer e pode dar ao remédio uma reputação ruim.

"Está destruindo os esforços para fazer isto da maneira certa. De qualquer forma que analisemos, é um desenvolvimento negativo", afirmou.

A Food and Drug Administration, órgão americano responsável pela aprovação e liberação do consumo de medicamentos e alimentos pelo público, está investigando a compra do DCA pela internet.

Especialistas afirmam que pacientes em estado terminal querem tentar o que estiver disponível, pois eles sentem que não têm mais nada a perder.

O professor John Troy, da organização de pesquisa britânica Cancer Research UK, disse que "aconselha com veemência" que os pacientes não comprem o DCA.

"O DCA não foi testado para esta finalidade. O DCA pode não ajudar e, de fato, pode até ser prejudicial quando dado a pacientes com câncer", disse.

"É compreensível que pessoas com câncer tentarão quase qualquer coisa para tratar da doença. Mas não há provas para dar apoio ao uso do DCA no tratamento do câncer. Pacientes devem continuar consultando seus especialistas para aconselhamento."

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar prêmio de R$ 22 milhões
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH