SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
21 de Agosto de 2004 10h22

Projeto do coselho está aberto a mudanças, diz Fenaj

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva só irá retirar do Congresso Nacional o projeto que cria o Conselho Federal de Jornalismo se houver uma solicitação explícita da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), afirma o presidente da entidade, Sérgio Murillo. Segundo Murillo, a Fenaj foi informada oficialmente da decisão do presidente Lula na semana passada, pelo secretário de Imprensa da Presidência, Ricardo Kotscho. A federação, porém, garante que não vai pedir que o projeto seja retirado do Congresso. “Não faz sentido, depois dessa luta, pedir que o projeto saia da Câmara. Seria um retrocesso de 20 anos”, enfatizou Murillo.

A Fenaj garantiu estar disposta a incorporar as mudanças ao projeto sugeridas durante os debates no Congresso Nacional. “Se fosse uma decisão arbitrária, nós teríamos pedido para o presidente baixar uma lei por meio de decreto ou Medida Provisória. Censura é não fazer o debate”, criticou. Sergio Murillo disse que a Fenaj está procurando líderes do governo e da oposição no Congresso para garantir a tramitação do projeto.

Segundo ele, a idéia da Federação é apresentar a versão do Conselho que não vem sendo discutida “de forma clara” pela mídia. “Eu tenho que tentar sensibilizar os líderes a favor do projeto. Se eles acharem que é importante alterar algum ponto, nós alteramos, não tem problema”, disse.

O projeto que cria o Conselho Federal de Jornalismo foi enviado pelo governo ao Congresso Nacional no dia 05 de agosto. Enquanto os sindicatos e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) saem em defesa do texto, as entidades que representam as empresas jornalísticas e parte da própria categoria criticam a criação do Conselho.
 
Agência Brasil
Comentários
Veja Também
LÉO_GÁS_300
Nossa_Lojas
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.