Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

MS vende 100% do milho ofertado em leilão da Conab

8 Jul 2010 - 13h14Por Notícias MS

O Estado de Mato Grosso do Sul vendeu 100% do milho disponível no Leilão de PEP (Prêmio de Escoamento de Produto), realizado hoje (8) de manhã, pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

Foram comercializadas no pregão eletrônico 50 mil toneladas de milho. A cota de venda dos Estados para este leilão foi reduzida pela Conab em 10% em relação ao pregão anterior.

Para o superintendente de Administração Tributária, Jader Rieffe Julianeli Afonso, a criação de mais uma região com valor do prêmio diferenciado impulsionou a venda do milho produzido em Mato Grosso do Sul.

Com a nova regulamentação da Conab, vigente desde 14 de junho, o Estado foi dividido em duas partes: região 1, que compreende o norte do Estado, tem valor do prêmio a R$ 5,52 a saca de 60 quilos e a região 2, abrangendo os municípios do sul do Estado, tem prêmio de R$ 4,62.

Das 50 mil toneladas negociadas hoje, 10 mil são da região 1 e 40 mil da região 2. O prêmio pago pela Conab é acrescido ao valor comercial do produto para compensar o custo do frete e difere por Estado de acordo com as distâncias em relação ao porto de escoamento.

Desconto

O governo do Estado concedeu desconto de 67% no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para o milho comercializado nos leilões Conab. O desconto passou a vigorar a partir de 17 de junho.

A diminuição de 12% para 3,9% na carga tributária do milho atende reivindicação do setor produtivo que alegava a baixa comercialização do grão nos leilões em virtude da tributação.

O Executivo estadual já havia concedido desconto de 60% no início de junho, o que elevou a venda do produto no leilão realizado no dia 8 do mesmo mês, quando foram negociadas 55 mil toneladas de milho, o equivalente a 68,75% da cota fixada para Mato Grosso do Sul, que foi de 80 mil toneladas. O volume foi superior ao negociado no pregão no final do mês de maio, que totalizou 13 mil toneladas.

O ICMS incide sobre o Valor Real Pesquisado do produto, que atualmente é de R$ 13,80 a saca de 60 quilos para operações internas e R$ 19,80 a saca de 60 quilos para operações interestaduais.

A redução do imposto nas operações interestaduais vai possibilitar maior competitividade do milho produzido em Mato Grosso do Sul no mercado interno e externo, além de viabilizar o escoamento do produto e abrir espaço nas unidades estocadoras.

O reflexo também será sentido no preço pago ao produtor rural, incluindo a agricultura familiar, que poderá receber mais pelo produto no ato da venda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
Confira o cardápio do delicioso almoço neste domingo no Pesqueiro 7 Bello em VICENTINA
CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente