Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

MS vende 100% do milho ofertado em leilão da Conab

8 Jul 2010 - 13h14Por Notícias MS

O Estado de Mato Grosso do Sul vendeu 100% do milho disponível no Leilão de PEP (Prêmio de Escoamento de Produto), realizado hoje (8) de manhã, pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

Foram comercializadas no pregão eletrônico 50 mil toneladas de milho. A cota de venda dos Estados para este leilão foi reduzida pela Conab em 10% em relação ao pregão anterior.

Para o superintendente de Administração Tributária, Jader Rieffe Julianeli Afonso, a criação de mais uma região com valor do prêmio diferenciado impulsionou a venda do milho produzido em Mato Grosso do Sul.

Com a nova regulamentação da Conab, vigente desde 14 de junho, o Estado foi dividido em duas partes: região 1, que compreende o norte do Estado, tem valor do prêmio a R$ 5,52 a saca de 60 quilos e a região 2, abrangendo os municípios do sul do Estado, tem prêmio de R$ 4,62.

Das 50 mil toneladas negociadas hoje, 10 mil são da região 1 e 40 mil da região 2. O prêmio pago pela Conab é acrescido ao valor comercial do produto para compensar o custo do frete e difere por Estado de acordo com as distâncias em relação ao porto de escoamento.

Desconto

O governo do Estado concedeu desconto de 67% no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para o milho comercializado nos leilões Conab. O desconto passou a vigorar a partir de 17 de junho.

A diminuição de 12% para 3,9% na carga tributária do milho atende reivindicação do setor produtivo que alegava a baixa comercialização do grão nos leilões em virtude da tributação.

O Executivo estadual já havia concedido desconto de 60% no início de junho, o que elevou a venda do produto no leilão realizado no dia 8 do mesmo mês, quando foram negociadas 55 mil toneladas de milho, o equivalente a 68,75% da cota fixada para Mato Grosso do Sul, que foi de 80 mil toneladas. O volume foi superior ao negociado no pregão no final do mês de maio, que totalizou 13 mil toneladas.

O ICMS incide sobre o Valor Real Pesquisado do produto, que atualmente é de R$ 13,80 a saca de 60 quilos para operações internas e R$ 19,80 a saca de 60 quilos para operações interestaduais.

A redução do imposto nas operações interestaduais vai possibilitar maior competitividade do milho produzido em Mato Grosso do Sul no mercado interno e externo, além de viabilizar o escoamento do produto e abrir espaço nas unidades estocadoras.

O reflexo também será sentido no preço pago ao produtor rural, incluindo a agricultura familiar, que poderá receber mais pelo produto no ato da venda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa