Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

MS consumiu US$ 189 milhões em defensivos

15 Jul 2004 - 13h00
Mato Grosso do Sul consumiu no ano passado US$ 189 milhões em defensivos agrícolas no ano passado, segundo dados do Sindag (Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola). Isso representa 6% de participação em toda a venda do produto em âmbito nacional, de acordo com o presidente da entidade, José Roberto da Ros.
De olho no período de plantio da próxima safra de soja e outras culturas de verão, a entidade alerta para os riscos aos quais os produtores que compram produtos clandestinos estão sujeitos. Sem o grau de precisão adequado, esses produtos podem, além de prejudicar o meio ambiente e comprometer a qualidade da produção para o consumo humano, também afetar a própria lavoura, causando grandes perdas.
Considerando a participação de Mato Grosso do Sul no mercado regular, os defensivos piratas movimentam pelo menos US$ 3 milhões no Estado (de US$ 50 milhões nacionais). Porém, pondera Ros, a grande representação agrícola e proximidade da fronteira com o Paraguai podem fazer do Estado um consumidor mais voraz dos produtos clandestinos. O contrabando é estimulado pelos preços até 40% mais baratos, diferença calculada em função desses defensivos não recolherem impostos.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Youtuber e peão de rodeio morrem após carro bater em carreta com toras
REALITY SHOW 2020
'BBB 20': conheça os participantes do programa; lista tem famosos da internet
FUJA DO PREJUIZO
Saiba como renegociar planos de celular, TV a cabo e internet
NOVA ANDRADINA - TURISMO
Ciclistas de Nova Andradina pedalam mais de 750 km para chegar ao litoral catarinense
FÉRIAS DOS FAMOSOS
De biquíni, filha de Glória Pires ostenta corpão em férias
CAMPO BELO RESORT - PACOTE ESQUENTA
Esquenta de Carnaval é no Campo Belo Resort, confira o pacote e faça sua reserva
CANCELAMENTO DE BOLSA FAMILIA EM 2019
Governo federal cancelou 1,3 milhão de benefícios do Bolsa Família em 2019 por irregularidades
CELULAR
Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos
A CASA CAIU
Mulher acha que marido morreu, busca detetive e descobre traição: 'Agora é ex'
LUTO - IASD
Morre primeiro líder máster de desbravadores investido no Brasil