Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governo libera mais R$ 5 bi para custeio da safra 2004/2005

31 Ago 2004 - 15h10
A partir de amanhã (01), o Banco do Brasil (BB) disponibiliza mais R$ 5 bilhões para custeio agrícola e pecuário da safra 2004/2005. Com esse montante, o banco termina o trimestre julho a setembro com R$ 7,6 bilhões contratados. O valor representa um crescimento de mais de R$ 1 bilhão sobre igual trimestre da safra passada.

Do total liberado, R$ 853 milhões vão para a agricultura familiar, sendo R$ 710 milhões para custeio e R$ 146 milhões para investimentos. O anúncio foi feito hoje pelo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Ivan Wedekin.

“O importante é transmitir aos agricultores que há uma preocupação do governo com o financiamento da safra e que o Banco do Brasil está com a sua estrutura operacional acionada para viabilizar a aplicação de R$ 5 bilhões em setembro”, disse Wedekin.

Ele informou que a meta do governo parmanece a mesma: R$ 46,5 bilhões para todo o pacote do crédito rural, sendo que, desse valor, o BB entra com R$ 25,5 bilhões.

Wedekin explicou que, caso não fosse feita a antecipação dos R$ 5 bilhões, os agricultores poderiam optar pelo financiamento via mercado. Segundo ele, nesse caso, a taxa do financiamento seria de 25% ao ano, enquanto os juros de recursos controláveis é de 8,75% ao ano para os empréstimos de custeio, investimento e comercialização.

O secretário disse que em julho, primeiro mês do plano de safra 2004/2005, foram aplicados R$ 2,285 bilhões de crédito rural, entre custeio e investimento. Isso representou uma queda de 16% em relação aos R$ 2,703 bilhões de julho de 2003. “No entanto, julho não é ainda representativo por ser o início do plano de safra”, lembrou ele.

Wedekin informou que foram aplicados R$ 648 milhões em investimentos em julho, aumento de 26% sobre os R$ 514 milhões de igual período de 2003. Esses investimentos abrangem recursos de sete programas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também dos fundos constitucionais e do Proger Rural.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos