TASS_MOTORS
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 14 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
21 de Julho de 2004 09h28

Brasil e Uruguai fazem clássico hoje pela Copa América

Brasil e Uruguai fazem o clássico sul-americano, nesta quarta-feira, às 20h45min (de Mato Grosso do Sul), no Estádio Nacional de Lima, para decidir quem irá disputar a final da Copa América, no domingo, às 16h, contra a Argentina, que venceu a Colômbia por 3 a 0 na outra semifinal.

As duas seleções vêm embaladas de vitória sobre equipes que desempenhavam boa campanha na Copa América. O Brasil bateu o México por 4 a 0 no último domingo, mas os jogadores tentam espantar qualquer tipo de otimismo e empolgação para a partida de hoje.

O Uruguai, rival histórico dos brasileiros, venceu o Paraguai por 3 a 1 pelas quartas-de-final da competição, decretando o fim da má campanha que a seleção passava.

A última vitória do Brasil diante do Uruguai aconteceu no dia 18 de julho de 1999, na final da Copa América daquele ano, em Assunção, no Paraguai, placar de 3 a 0 para a seleção brasileira. No retrospecto, o time pentacampeão leva vantagem: em 68 jogos, são 32 vitórias brasileiras, 20 uruguaias e 16 empates. Para o técnico Parreira, o fato não coloca seu time como favorito para passar à final.

”Este é um dos principais clássicos do futebol mundial e, só por causa disso não tem favorito, seja quando e como for. O Uruguai não está bem colocado nas Eliminatórias para a Copa da Alemanha, mas tem mostrado um belo futebol na Copa América. A seleção também tem evoluído bastante, e, tenho certeza de que será uma grande partida”, explicou o treinador brasileiro.

Na partida de hoje, Parreira tem preocupações quanto à suspensão de seus jogadores. Na partida passada, Kléberson e Edu levaram cartão amarelo e estão pendurados, se foram advertidos hoje novamente, ficarão suspensos para a final. O árbitro do clássico de hoje à noite será justamente o mexicano Marco Rodríguez, que apitou a vitória do Brasil por 1 a 0 sobre o Chile na estréia, distribuindo cinco cartões amarelos para os brasileiros.

“Não posso negar que estou um pouco aflito com isso, pois este árbitro tem uma linha muito disciplinadora e adora distribuir cartões. Já conversei com meus jogadores e eles estarão atentos a isso. Espero que, se passarmos pelo Uruguai, não tenhamos desfalques para a final. De qualquer forma, o mais importante agora é vencer o jogo, a decisão e conquistar o título, com desfalques ou não”, disse, completando que acredita numa melhora ainda maior no padrão tático da equipe.

”Nós estamos numa crescente dentro da Copa América, melhorando a cada partida, e temos todas as condições de ter um melhor rendimento contra o Uruguai. Os jogadores já estão mais entrosados e conscientes do que devem fazer em campo”, concluiu.

No Uruguai, o técnico Jorge Fossati tem apenas uma dúvida, já que o zagueiro Montero está há alguns dias com um problema de gastrite. Mesmo assim, tudo indica que o jogador estará em campo. O treinador celeste, que terá as voltas dos defensores Joe Bizarra e Diogo, admitiu que espera uma partida muito difícil, e, assim como Parreira, não aponta favorito. Os atacantes Dario Silva, Diego Forlan e Bueno são os destaques da equipe.

”Nós estamos muito concentrados para este jogo. É um clássico sul-americano e ninguém pode dizer quem vai ganhar. O Uruguai está preparado, motivado e confiante, assim como o Brasil. E, com isso, acredito num grande duelo”, disse. Informações do Globo On line

BRASIL x URUGUAI

Local: Estádio Nacional de Lima, no Peru (PER)
Horário: 21h45m (de Brasília)
Árbitro: Marco Rodríguez (MEX) Brasil: Júlio César, Maicon, Juan, Luisão e Gustavo Nery; Kléberson, Renato, Edu e Alex; Adriano e Luís Fabiano. Técnico: Carlos Alberto Parreira

Uruguai: Vieira; Joe Bizerra, Montero, D. Rodríguez e Diogo; Sosa, Delgado, Perez e Forlán; Dario Silva e Bueno. Técnico: Jorge Fossati.

 

 

Mídia Max

Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
FÁBRICA_CALÇADOS
Nossa_Lojas
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.