Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 17 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

André define quatro prioridades para MS

19 Abr 2007 - 08h00
O governador André Puccinelli (PMDB) está elaborando um plano de ação que inclui quatro prioridades a serem desenvolvidas durante os quatro anos de seu mandato. Ele passou o dia ontem em Brasília e hoje deve se reunir com assessores para acertar novos detalhes.
O Diário MS apurou que a preocupação maior do governo estadual diz respeito ao setor de transportes (gente e produtos). O montante de recursos a ser investido não foi revelado, já que parte virá através do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do governo federal.
A primeira prioridade se refere ao poliduto que deverá ligar o porto de Paranaguá (PR) a Campo Grande. O objetivo é que o Estado envie álcool e traga gasolina, se adequando à nova logística mundial de consumo e produção do etanol. O plano prevê inclusive o funcionamento de um porto modal em Bataguassu.
De acordo com levantamentos técnicos, em 10 anos, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul serão responsáveis por quase a metade da produção de álcool de todo o país. Pelos estudos, MS produzirá 20% e MT, 24% do álcool combustível nacional.
A segunda prioridade será o suprimento de energia elétrica no Estado. A meta é a implantação de dois novos linhões, atendendo principalmente o consumo de usinas de açúcar e álcool. Ao mesmo tempo, o investimento no setor proporcionará vantagens para a instalação de indústrias em MS.
A terceira prioridade está voltada às estradas. O ponto principal será a implementação da pavimentação asfáltica na MS-340, a partir de Campo Grande, passando por Santa Rita do Pardo, Brasilândia e terminando na ponte de Paulicéia, sobre o rio Paraná, na divisa com o Estado de São Paulo. O empreendimento, de acordo com o governo, irá baratear o escoamento da produção agrícola. Neste item está também a estadualização das BRs 163 e 267 (no trecho entre Nova Alvorada do Sul e Bataguassu).
Finalmente, a quarta prioridade do pacote é a adequação de aeroportos, começando pelo de Campo Grande e seguindo para os de Dourados, Chapadão do Sul, Naviraí e Bonito. Neste caso, o objetivo é aumentar o fluxo de passageiros (incluindo turistas) e o transporte de cargas.
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESCARGA ELÉTRICA
Técnico de Rerigeração morre após sofrer choque ao manusear microondas
DOENÇA DO SÉCULO
Rapaz que se jogou da ponte do Rio Piquiri se despediu de amiga antes
COMOÇÃO
Jovem de 19 anos morre após contrair bactéria em parto
NOVELA GLOBAL
Josiane mata de novo em 'A dona do pedaço': saiba quem é a próxima vítima!
NOVELA GLOBAL
'A dona do pedaço': Maria da Paz conhece Gilda, que lhe vende mansão cara
ECLIPSE LUNAR
Eclipse parcial da Lua poderá ser visto em todo o Brasil; veja os horários
BARBÁRIE
Moça de 22 anos é agredida até a morte após se negar a fazer sexo
COMOÇÃO
Jovem Lenara, filha de vice prefeito morre vitima de câncer
100 REMEDIOS
Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios;veja aqui a lista dos medicamentos cortados
ABANDONADA NO ALTAR
Morre jovem que casou sozinha após ser abandonada no altar