Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
AÇÕES DO GOVERNO MS

Governo lança primeiro Edital de pagamento por serviços ambientais em Jardim e Bonito

22 Dez 2021 - 07h08Por Portal do MS

O Governo do Estado, por intermédio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), publicou no Diário Oficial desta terça-feira (21) o Edital Semagro/Funles 02/2021 para pagamento por serviços ambientais a proprietários rurais estabelecidos nas bacias hidrográficas dos rios da Prata e Formoso, nos municípios de Jardim e Bonito. Esse é o primeiro edital do Funles (Fundo de Defesa e Reparação de Interesses Difusos e Lesados) que remunera por serviços ambientais no Estado.

“É uma conquista, algo que já está sendo trabalhado há muito tempo, e agora conseguimos lançar esse Edital, que é inovador em vários sentidos”, comemorou o superintendente de Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar da Semagro, Rogério Beretta.

O Edital disponibiliza R$ 942.849,85, por meio do subprograma PSA Uso Múltiplo Rios Cênicos, para recompensar iniciativas particulares que visem a conservação e a restauração das florestas e demais formas de vegetação natural privadas existentes e a conversão produtiva de pastagens e terras degradadas para usos alternativos da terra com maior armazenamento de carbono.

O secretário em exercício da Semagro, Ricardo Senna, salienta que o valor disponibilizado pelo Edital pode ser suplementado dependendo da existência de recursos no Fundo e diante da necessidade constatada pelo Conselho Gestor na análise dos projetos apresentados.

Os interessados devem atender alguns requisitos: possuir imóveis rurais localizados integralmente em uma das bacias hidrográficas (da Prata ou Formoso) e devidamente inscritos no Cadastro Ambiental Rural (CAR); não seja beneficiário simultâneo de outros programas ou projetos de pagamentos por serviços ambientais para as mesmas atividades e mesma área abrangida pelo presente Subprograma; estar regular perante o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e não estar inscrito no Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (CADIN), entre outros.

Dentre as ações que podem ser enquadradas no Subprograma PSA Uso Múltiplo Rios Cênicos estão: usos do solo mais sustentáveis e adoção de práticas conservacionistas, como a implantação de sistemas agroflorestais e silvipastoris, extrativismo, restauração de florestas estacionais e demais formas de vegetação arbórea nativas do Cerrado e Mata Atlântica; restauração de áreas úmidas, implantação de práticas de conservação de solo e água, com componentes arbóreos constituídos por espécies nativas ou espécies nativas consorciadas com espécies exóticas, dentre outros.

Importante: não serão consideradas as ações de reparação de danos e a recuperação de áreas desmatadas após 22 de julho de 2008 (início da vigência do atual Código Florestal) ou que tenham sido, a qualquer tempo, objeto de autuação por supressão irregular de vegetação.

Legislação

A regulamentação do PSA (Pagamento por Serviços Ambientais) no Estado começou com a elaboração da Lei 5.235, de julho de 2018, instituindo em Mato Grosso do Sul a Política Estadual de Preservação dos Serviços Ambientais e criou o Programa Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais, bem como estabeleceu um sistema para gerir esse programa, que está a cargo da Semagro.  A lei dividiu as ações em sete áreas temáticas, cabendo a cada uma regulamentação específica.

São elas: Apoio e Valorização do Conhecimento Tradicional; Serviços Ambientais das Unidades de Conservação do Estado de Mato Grosso do Sul; Regulação do Clima e do Carbono; Conservação e Valorização da Biodiversidade; Conservação dos Serviços Hídricos; Conservação e Uso do Solo; e Beleza Cênica e Turismo. A Resolução 717 da Semagro trata dessa última área temática.

Em 2019 a Resolução Semagro 717 institui o Programa PSA modalidade Uso Múltiplo Rios Cênicos. Foi a primeira norma para regulamentar o pagamento por serviços ambientais desde a publicação da Lei do PSA e atendeu a uma das sete áreas temáticas descritas: Beleza Cênica e Turismo. Agora, o Edital Semagro/Funles 02/2021 consolida o primeiro PSA do governo do Estado.

João Prestes, Semagro

Foto do destaque: VisitMS

Leia Também

INTERCÂMBIO
Estão abertas inscrições de intercâmbio para o Programa Jovens Embaixadores 2022
BONITO
Investimentos do Estado e trabalho conjunto garantem a Bonito resultado expressivo no turismo
PANTANAL
Norte-americano conhece Pantanal e registra flagrantes exclusivos da fauna pantaneira; veja fotos
TURISMO NO MS
Pesquisa AGEMS/Fundtur traça perfil dos turistas que usam as linhas rodoviárias e fretamento em MS
ESPAÇOS CULTURAIS
Em obras, espaços culturais da Capital se preparam para retomada plena das atividades
PÓS GRADUAÇÃO
Pós-graduação em Gestão de Turismo da UEMS recebe inscrições até quinta-feira
Feriados de 2022 devem movimentar o turismo brasileiro. Crédito: Infraero FERIADOS EM 2022
Feriados de 2022 prometem impulsionar turismo domésticos, veja todos eles agora
SUCURI VÍDEO EM RIO DE MS
VÍDEO: Sucuri com mais de 6 metros é flagrada por grupo de canoístas digerindo 'banquete'
FINAL DE ANO
Parque das Nações Indígenas abre com horários reduzidos nos feriados de fim de ano
AQUA PARK EM FÁTIMA DO SUL FÁTIMA DO SUL - REABERTO O AQUA PARK
Aqua Park é reaberto, veja como reservar quiosque e tudo mais em Fátima do Sul