Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Zé Teixeira e Artuzi seriam os únicos reeleitos por Dourados

26 Set 2006 - 10h27

A pesquisa eleitoral nas modalidades estimulada realizada pelo Ipems (Instituto de Pesquisa de Mato Grosso do Sul) revela que o candidato do PMDB ao governo estadual, André Puccinelli, deve ter maioria na Assembléia Legislativa na eventualidade de ser eleito.

Registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob o nº 22/2006, a pesquisa do Ipems foi realizada em 32 municípios do Estado, quando foram ouvidos 2 mil eleitores no período de 16 a 22 de setembro.

Na pesquisa estimulada, a principal coligação proporcional de André, formada por PMDB, PSDB e PFL, deve eleger 11 deputados (9 vagas alcançadas e duas por sobra), a segunda integrada por PL e PTC mais três e outros dois pela coligação entre PPS, PRTB, PSC, PT do B, PMN e PAN.

A coligação que apóia de Delcídio do Amaral (PT/PTB) elegeria, conforme o instituto de pesquisa, apenas cinco deputado estaduais. O PDT, partido que atualmente conta com seis representantes na Casa, ficaria com as três vagas restantes.

Na coligação PMDB, PSDB e PFL, os 11 que devem ser mais votados, segundo o Ipems, são Ari Artuzi (3,90%), Marquinhos Trad (3,90%), Reinaldo Azambuja (3,80%), Dione Hashioka (2,45%), Júnior Mochi (2,25%), Zé Teixeira (2,25%), Marum (1,90%), Youssif Domingos (1,90%) e Jérson Domingos (1,75%). Também estão na briga em 10º lugar Diogo Tita (1,35%) e em seguida Akira Otsubo (1,30%).

A segunda chapa de André, integrada por PL e PTC, tem entre os três mais citados Londres Machado (3%), Antônio Carlos Arroyo (2,95%) e Paulo Corrêa (2,05%). Em seguida, brigando pela vaga, aparece o ex-secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Dirceu Lanzarini (1,65%).

A terceira chapa de André, formada por PPS, PRTB, PSC, PT do B, PMN e PAN, segundo o Ipems, elegerá dois deputados. E os dois que aparecem liderando a lista são Alvaro Soares (PPS), com 1,05%, e o vereador Ribeiro (PRTB), com 0,80%.

Em seguida são citados Márcio Fernandes (PRTB) com 0,60% e Valdenir Machado (PRTB) com 0,40%. O jornalista Edson Godoy (ex-TV Morena, do PRTB, aparece com 0,30, à frente do ex-deputado estadual e ex-secretário de Fazenda, Ricardo Bacha, que tem na estimulada 0,25%.

Pela coligação PT/PTB, os cinco mais citados na pesquisa foram Maurício Picarelli (4,55%), Paulo Duarte (2,40%), Raul Freixes (1,25%), Gilmar Garcia (1,05%) e Pedro Teruel (1,05%). Em seguida, brigando ainda pelas vagas, aparecem Vanderlei Bispo (1,05%), Semy Ferraz (0,85%) e Alex do PT (0,70%).

O PDT tem como os três mais citados na pesquisa Ipems Onevan de Matos (3,70%), Ary Rigo (2%) e Bela Barros (1,45%). Em seguida aparecem Oscar Goldoni (1,15%) e Antônio Braga (1,05%). 

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro