Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de outubro de 2021
Busca
Brasil

VoxPopuli: vantagem de Lula sobre Alckmin cai para 10 pontos

14 Jul 2006 - 07h18
Nova pesquisa do Vox Populi mostrou que a vantagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, caiu para 10 pontos percentuais, segundo o Jornal da Band. Lula aparece com 42% das intenções de voto contra 32% do tucano. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais. O Vox Populi ouviu 2.003 eleitores em 121 municípios entre os dias 8 e 10 de julho. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 10736/2006.

Em junho, a diferença entre os dois candidatos era de 13 pontos. A senadora Heloísa Helena (Psol) aparece com 7% e o senador Cristovam Buarque (PDT), com 1%. Os votos brancos e nulos somaram 7% e não souberam ou não quiseram opinar, 11%.

Levantamento do Vox Populi feito entre os dias 23 e 24 de junho mostrava o presidente com 45% e Alckmin com 32%. Heloisa Helena tinha 5% das intenções de voto e Cristovam o mesmo 1%.

"Já tem segundo turno e nem começou a campanha. Isso porque eu só sou conhecido por 51% da população", comemorou Alckmin, ao comentar os números à Reuters, no gabinete do presidente do PSDB no Congresso, senador Tasso Jereissati (CE).

O detalhamento da pesquisa ainda não foi divulgado. A diferença entre as intenções de voto de Lula (42%) e dos demais candidatos (40%) fica dentro da margem de erro, tornando possível a realização do segundo turno.

Para o tucano, ainda há muito espaço para ele crescer. "Lula vai disputar sua quinta eleição e eu nunca disputei uma eleição fora de São Paulo", disse Alckmin.

O deputado petista José Eduardo Cardozo (SP) admitiu que está será uma campanha dura e difícil e que a oposição vai jogar tudo o que puder para atingir Lula. No entanto, segundo ele, a "dianteira de Lula" é muito forte nesse momento e o deputado acredita que, com o passar do tempo, a distância entre os candidatos se consolide.

Cardozo lembrou que Lula, mesmo nos momentos de crise pelo qual o País passou, sempre esteve bem nas pesquisas. "Isso reflete que ele dificilmente ele deixará de ser presidente novamente", disse o deputado, ao deixar o jantar que lançou oficialmente a candidatura de Lula, no restaurante São Judas Tadeu, em São Bernardo do Campo (SP).

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, que também participou do jantar, comentou que os 10 pontos de diferença apontados pela pesquisa ainda representam uma distância enorme. Segundo ele, isso não preocupa o PT, pois a campanha, de fato, começou nesta noite. "Lula tem um ponto a favor dele que é estar em pleno governo, mostrando a que veio", ressaltou.

 

Terra

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'
NAUFRÁGIO
Barco naufraga e duas pessoas desaparecem; buscas continuam nesta segunda (11)