Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Usina Eldorado mostra potencial da cana a produtores

23 Nov 2006 - 17h30

Pequenos e médios agricultores de Dourados e região, interessados na diversificação de cultura com o cultivo da cana-de-açúcar, participaram de um dia de campo na Usina de Açúcar e Álcool Eldorado, no município de Rio Brilhante, para conhecer todo processo de fabricação, especialmente do álcool, e também para analisar as inúmeras vantagens econômicas do plantio de cana. Esses produtores estão situados numa região que virá ser potencialmente fornecedora de matéria prima para a Usina Eldorado, unidade de Dourados, que será construída a partir de 2008 na região Leste da cidade.

A empresa Colorado Agropecuária vai implantar essa segunda unidade em parceria com um grupo de investimento estrangeiro, segundo informa o gerente de Planejamento e Desenvolvimento Agronômico da Colorado, José Trevelin Júnior. Ele e o gerente do novo projeto, Fabiano Ferreira de Paula, já encaminharam documentos de praxe à Prefeitura de Dourados e ao governo do Estado para concessão de benefícios fiscais, bem como a entrada de pedido de licenciamento ambiental, etc.

A nova usina terá capacidade de moagem de 3.600.000 toneladas de cana para a fabricação de 3.500.000 sacas de açúcar, 225.000.000 litros de álcool e gerar 7.000 kwh de energia, que é suficiente para abastecer uma cidade de 30.000 habitantes. Vai gerar também cerca de 3.000 empregos diretos, além de dar a oportunidade para pequenos e médios produtores de cultivarem a matéria prima na região.

De acordo com Trevelin, para abastecer a usina na sua capacidade total, o que acontecerá através de um processo gradativo, será necessário o cultivo de canas numa área de 45 mil hectares. Destes, 25 mil serão de plantio próprio da usina e o restante, 20 mil hectares, serão abertos principalmente para os pequenos e médios produtores da região. “Será uma opção a mais que terão nas suas lavouras. E considerando o preço pago pelo produto e a garantia maior de produção, já que essa cultura é mais resistente às variações climáticas, será um bom negócio para os pequenos e médios produtores” , comentou Trevelin.

A Colorado Agropecuária já adquiriu uma área de 80 hectares da fazenda Santo Ângelo, na região de Macaúba, no município de Dourados, onde será instalado o parque industrial a partir de 2008. A moagem, em 2010. A empresa já começou também o plantio de cana na região. Um viveiro de 200 hectares, implantado na Fazenda Barra Bonita e Santo Ângelo, marcou o início desse processo. Futuramente ela terá condições de fornecer as mudas para os produtores interessados em diversificar sua cultura.

O prefeito de Dourados, Laerte Tetila, que conheceu o projeto, ficou entusiasmado com novo impulso à economia do município. Ele disse também que Dourados está se transformando num pólo industrial muito importante para Mato Grosso do Sul. Sua localização e condições geográficas contribuem muito para isso. Ele disse que tem consciência desse crescimento e que trabalha no sentido de dar infra-estrutura para esse tipo de empreendimento que Dourados tem atraído cada vez mais.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ilton Ribeiro, enalteceu a proposta de abrir o plantio de cana-de-açúcar aos pequenos e médios produtores da região. “Isto proporcionará um benefício sócio econômico muito grande para a região em torno da usina”, afirmou.

 

 

 

Mídia Max

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro