Menu
SADER_FULL
sábado, 12 de junho de 2021
Busca
Brasil

Universitários reclamam de transporte público

25 Fev 2010 - 15h48Por Dourados News

Mal iniciaram as aulas e o e-mail do jornal Dourados News foi “bombardeado” de reclamações de estudantes que necessitam usar o transporte público para irem até o campus da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). “Já vivemos novamente a novela dos ônibus da Medianeira”, diz um aluno revoltado.

Segundo ele, um ônibus quebrou quando voltavam para casa e eles tiveram que se “espremerem” em outro articulado que já estavam com passageiros. “Um horror, não sei quando esse descaso vai acabar”, diz ele. 

 “Mandam um ônibus sem condições para a rodovia, graças a Deus que nunca aconteceu um acidente grave, só por milagre mesmo”, afirma. Segundo o mesmo aluno, corre um “boato” na universidade de que a tarifa aumentaria de R$ 2,30 para RS2,50. O último aumento foi seguido da promessa de que melhorariam os serviços. Outra questão é que não tem cobrador. Esse fato ampliaria mais a confusão, mas foi desmentido pela empresa.  

Uma funcionária da UEMS também nos relatou um caso. De acordo com ela, no primeiro dia de aula da UFGD, ela chegou ao ponto as 6h40 e passaram três ônibus lotados e não pararam. A mulher, então, conseguiu entrar no quarto ônibus, mas que estava sem cobrador. “O motorista tem que ficar parado ate cobrar de todo mundo, ai fomos as 7h05, quando chegamos em frente ao quartel o ônibus quebrou e ficamos ate as 7:35 para conseguir pegar outro”, relata.

No mesmo dia, às 16h, quando retornava, o  coletivo ficou parado em frente ao mesmo local, com mais de 30 pessoas no ponto e o motorista precisava cobrar primeiro a passagem de todos para depois sair, explica a mulher. “Ai vem correndo muito pra cumprir o horário e assim vai dias...mês e ano esse sufoco”. 

Ela questiona ainda que não existe concorrência e isso prejudica mais. “Os ônibus velhos, sujos, sem fiscalização alguma, sem segurança e somos obrigados a aceitar isso”, conclui. 

Outro acadêmico diz que já foram pregadas charges nos veículos, em forma de chamar a atenção para o motivo que os ônibus estariam lotados. De acordo com elas, seria porque os universitários deixam para ir nos últimos horários. “Ora, como eles querem que peguemos os primeiros horários? muitas pessoas trabalham. Por favor, não tapem o sol com a peneira”, finaliza.  

Horários 

 

Os horários disponibilizados pela empresa durante a manhã:  

5h40, 6h, 6h15, 6h20, 6h30, 6h45, 6h50, 7h, 7h05, 7h10, 7h25  

10h55, 11h10, 11h15, 11h30, 12h05 

 

Os horários disponibilizados pela empresa durante a tarde e a noite: 

17h55, 18h30, 18h35, 18h40, 18h45, 18h50, 19h15  

22h, 22h30, 22h35, 22h40  



Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta