Menu
SADER_FULL
quinta, 23 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Trabalhadores de carvoarias quer negociar reajuste salarial

20 Jul 2004 - 13h17
 

Os trabalhadores das carvoarias e indústria extrativa de Mato Grosso do Sul, que estão há 6 anos sem negociação do acordo coletivo de trabalho, vão tentar reabrir o processo de negociação com o patronato do setor, representado pela Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul”. De acordo com Marcos Vinício Marin, presidente do Sitiemc/MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias Extrativas, Mineração, Madeiras e Carvão Vegetal de Mato Grosso Sul), o segmento é um dos que mais tem problemas de violação da legislação trabalhista, péssimas condições de trabalho, exploração do trabalho infantil e até trabalho escravo e encontrava-se sem representação, pois o sindicato da categoria encontrava-se desarticulado.

Conforme Marin, a entidade ficou muito tempo fechada, sem direção e “agora estamos reconstruindo a nossa organização sindical, elegemos uma nova diretoria e queremos reabrir o processo de negociação”. Ele informa também que o sindicato está em franco processo de reorganização, realizando campanha de filiação e organizando os trabalhadores da indústria extrativa de Mato Grosso do Sul. “Queremos respeito à legislação trabalhista, com melhores salários e condições de trabalho. Os carvoeiros têm seus direitos. O que é preciso é mais fiscalização para que a lei seja respeitada e um novo acordo coletivo de trabalho.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro