Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 6 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Tornados matam mais de 200 e provocam destruição nos EUA

28 Abr 2011 - 12h23Por Folha

Dezenas de tornados e violentas tempestades varreram sete Estados do sul dos Estados Unidos nos últimos dias, matando mais de 220 pessoas, destruindo bairros inteiros, derrubando árvores e cortando o fornecimento de energia elétrica. Na mais violenta série de tornados em quase quatro décadas nos EUA, ao menos 131 pessoas foram mortas apenas no Alabama, que pediu a ajuda do governo federal.

 

 

  Reuters  
Tornados destroem região de Birmingham, no Alabama; ao menos 220 morreram após dezenas de tempestades
Tornados destroem região de Birmingham, no Alabama; ao menos 220 morreram após dezenas de tempestades

Governadores do Alabama, Mississippi e Georgia declararam emergência em algumas regiões dos Estados. "Hoje pediremos ao presidente [Barack Obama] que acelere o pedido de assistência [ao Alabama] por um enorme desastre", disse o governador do Alabama, Robert Bentley aos jornalistas, acrescentando que 500 mil pessoas estão sem energia.

"Estamos em operação constante de resgate, à procura de pessoas que possam estar soterradas", disse ele à rede de TV CNN. "Houve uma ampla devastação no norte do Estado. Estes tornados que percorrem longas distâncias de fato destroem as paisagens e as casas", acrescentou.

Por meio de uma mensagem no Twitter, Obama lamentou a destruição. "Nossos corações estão com todos os afetados por essa devastação, estamos prontos para ajudar o Alabama", disse o presidente.

De acordo com números preliminares, 131 pessoas morreram no Alabama, 32 pessoas no Mississippi, 30 no Tennessee, 11 no Arkansas, 13 na Geórgia, oito na Virgínia, duas em Louisiana e uma no Kentucky. Autoridades no Alabama e Mississippi dizem acreditar que o número de vítimas ainda deve aumentar.

DESTRUIÇÃO

Algumas das áreas mais atingidas estão no Estado do Alabama, onde um tornado atingiu Tuscaloosa, que abriga a Universidade do Alabama, matando ao menos 15 -- incluindo estudantes. Lojas, farmácias e postos de gasolina ficaram totalmente destruídos na cidade de 95 mil habitantes, que fica no oeste do Alabama.

Segundo representantes da universidade, não houve estragos significativos no campus, e um grande número de estudantes se abrigou no centro de recreação, que possui 125 camas.

"Era possível ouvir o barulho dos escombros caindo. Tudo que me sobrou foram algumas roupas e ferramentas, que eram pesadas para que a tempestade levasse. Parece algo surreal", disse o estudante Steve Niven, 24.

"Posso comprar novas coisas, mas não é possível substituir as pessoas. Sinto muito por aqueles que perderam entes queridos", disse ele à Reuters.

"Todos dizem que [um tornado] tem o som parecido com o de um trem, e eu comecei a ouvir um trem", conta Anthony Foote, morador de Tuscaloosa que teve a casa amplamente danificada à Reuters. "Eu corri e me joguei na banheira, a casa inteira tremeu".

Na área de Tuscaloosa, o tráfego foi interrompido devido a árvores e fiações elétricas caídas. Alguns motoristas abandonaram os carros na ruas.

"Hoje enfrentamos estragos em uma escala sem precedentes por um longo período na cidade", disse o prefeito Walter Maddox.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento