Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 18 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

Setembro registra número recorde de queimadas em MS

20 Set 2004 - 08h58

Setembro já é o mês com número recorde de focos de calor em Mato Grosso do Sul neste ano. Até o momento foram registrados 1.278 focos de queimadas, sendo que, em comparação ao mês de agosto deste ano, considerado crítico para a incidência de queimadas, teve aumento de 64,5%, quando foram registrados 777 focos no Estado.

Dados do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis) indicam que Mato Grosso do Sul teve de janeiro até agora 3.497 focos de queimadas. Apesar disso, no ranking do mês de setembro do Ibama, Mato Grosso do Sul está em sétimo lugar no número de focos de incêndio.

Já no comparativo de queimadas ocorridas de janeiro até agora Mato Grosso do Sul ocupa o sexto lugar, atrás do Maranhão (3.983 focos); Tocantins (7.881); Rondônia (10.394); Pará (20.652) e Mato Grosso (55.756). Apesar do alto índice de queimadas, Mato Grosso do Sul responde por apenas 2,9% do total de queimadas ocorridas no Brasil.


 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições