Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 9 de maio de 2021
Busca
Brasil

Serginho tomava remédio para o coração, diz exame

7 Dez 2004 - 08h53
Serginho, zagueiro do São Caetano que morreu após uma parada cardiorrespiratória durante o jogo contra o São Paulo no dia 27 de outubro, tomava remédio para o coração.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, um exame de laboratório realizado no dia 11 de agosto mostrou a presença de digoxina no sangue do jogador.

A revelação contradiz a versão de familiares de Serginho e do médico do São Caetano, Paulo Forte, que negaram que o zagueiro usasse qualquer tipo de medicamento para o coração.

Além disso, o uso da substância pode estar diretamente relacionada à morte de Serginho, já que o remédio é contra-indicado para miocardiopatia hipertrófica, a doença que matou o jogador.

O exame solicitado por Forte ao laboratório São Caetano Saúde apontou de 0,58 nanograma por mililitro de digoxina, quantidade que prova o uso do remédio na época.

O resultado do exame foi ainda entregue por Forte a Edimar Bocchi, cardiologista que cuidou dos exames de Serginho no Incor. O prontuário do Hospital das Clínicas também prova a existência do exame.

O resultado do exame também está entre as mais de 200 páginas do inquérito que apura o caso.

"Se ele estava tomando um remédio para cardíacos, fica ainda mais caracterizado que sabia do problema", disse o encarregado do caso Serginho na Justiça, Rogério Leão Zagallo, em entrevista ao jornal.

Por causa da morte de Serginho, o São Caetano foi punido na madrugada desta terça-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda, em primeira instância, de 24 pontos no Campeonato Brasileiro pela morte do zagueiro Serginho.

O clube já anunciou que vai recorrer da decisão, mas também teve o médico Forte suspenso do futebol por quatro anos e o presidente Nairo Ferreira de Souza, por dois.

Além da perda de pontos, o São Caetano também terá de pagar uma multa de R$ 50 mil, valor que pode ser doados à família de Serginho.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo