Menu
SADER_FULL
domingo, 1 de agosto de 2021
Busca
Brasil

Senado dificulta condicional para condenados por crimes hediondos

1 Set 2010 - 12h35Por Terra

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira, um projeto que aumenta o tempo da pena que condenados por crimes hediondos devem cumprir para ter direito à liberdade condicional. A proposta do senador Hélio Costa (PMDB-MG) é de aumentar esse tempo de dois terços para quatro quintos, ou seja, de 60% para 80% da pena.

Para ser beneficiado pelo regime condicional - quando a liberdade do preso é antecipada mediante o cumprimento de condições -, o condenado também não pode ser reincidente em crimes da mesma natureza. São considerados crimes hediondos a tortura, o tráfico de drogas, terrorismo, estupro e outros.

O projeto é terminativo na CCJ, ou seja, não vai para votação no Plenário, mas deve seguir ainda para apreciação pelas comissões da Câmara.

A liberdade condicional não deve ser confundida com a progressão de regime. No regime condicional, o juiz libera o condenado com base em seu bom comportamento. Ele pode estudar ou trabalhar, mas deve ficar em casa à noite e nos dias de folga e comparecer periodicamente à justiça. No caso da progressão de regime, o condenado é obrigado a passar a noite na prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos