Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 13 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Sem Ronaldo, Corinthians correria risco de rebaixamento

13 Nov 2009 - 08h23Por Uol

Sem qualquer perspectiva de título no Brasileiro, o Corinthians conta os dias para encerrar o ano. Sobram motivos para justificar o afastamento do topo, entre os quais a de que Ronaldo fez muita falta quando não pôde atuar, seja por contusão ou por opção de Mano Menezes. Essa versão é absolutamente aceitável.

Com o Fenômeno em campo, o time do Parque São Jorge apresenta rendimento de times do G-4 e estaria em busca do pentacampeonato nacional.

Já numa hipotética contagem do percentual obtido pelo Corinthians sem o camisa 9 no Brasileiro (foram 17 jogos sem Ronaldo) o time alvinegro viveria situação oposta. O Corinthians estaria terminando a competição lutando para não ser novamente rebaixado à Série B.

Atual líder do Nacional, o Palmeiras, por exemplo, conseguiu até o momento 56,1% dos pontos disputados.

Nos 17 jogos em que Ronaldo esteve presente no Brasileiro, o Corinthians conquistou 54,9% dos pontos, percentual idêntico ao do Atlético-MG, 4º colocado, com 56 pontos. O São Paulo é quem possui o melhor percentual: 57,8% dos pontos.

No bloco de baixo, o primeiro time acima da zona da degola é o Botafogo, com 40,1% de aproveitamento. O Corinthians sem Ronaldo obteve pouco mais que o clube carioca: 41,1%, média inferior ao Atlético-PR, 13º colocado.

Ronaldo releva a questão do "com ou sem" Fenômeno em campo e detecta as causas da campanha apenas regular do time no Nacional. Tropeços inesperados em casa e o desmanche pós-Copa do Brasil minaram qualquer esperança de conquista da tríplice coroa, alega Ronaldo.

"Perdemos pontos importantes em casa. Tivemos as derrotas contra o Atlético-PR, Goiás, o empate contra o Avaí. Com esses pontos estaríamos disputando o título. Tenho certeza que não houve relaxamento", contou o atacante ao Sportv.

André Santos, Cristian e Douglas se transferiram para o exterior durante o Brasileiro.

"Houve mudança tática forçada devido à perda de vários jogadores titulares. Desmontou nosso time. Isso conta muito, porque a gente sabia exatamente o movimento do outro. Era sincronizado", complementou.

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo libera empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença
AUXÍLIO BRASIL AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás saem hoje para mais um grupo
BRASIL + POBRE
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas