Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
Brasil

Seis mil casos de tuberculose no estado

23 Mar 2010 - 17h37Por Tribuna

Tosse por mais de 15 dias, febre (no final da tarde), suores noturnos, emagrecimento e cansaço. Esses são alguns sintomas da tuberculose. Amanhã é comemorado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a doença, também conhecida como "peste branca", tenha cerca de 9,4 milhões de incidência no mundo, o que equivale a 139 casos a cada 100 mil pessoas.

Na Bahia, os números de casos registrados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) foi de 5.296 no ano passado. Com mais de 40% de cura e quase 5% de abandono do tratamento e 343 óbitos.

Salvador é a terceira capital em número de casos e um dos municípios que o Ministério da Saúde considera prioritários na luta contra a tuberculose, pois registra uma média de três mil casos a cada ano. Para enfrentar a doença, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) presta serviços de atendimento ao portador, através do Programa de Controle da Tuberculose.

Atualmente, 73 unidades da rede municipal de saúde oferecem o serviço específico, o que tem facilitado o acesso do paciente. Além de prestar atendimento ambulatorial e disponibilizar a medicação, a SMS procura estimular o paciente a realmente aderir ao tratamento, que não pode ser interrompido durante pelo menos seis meses.

Para enfatizar a data e lembrar a sociedade que a tuberculose tem cura, a SMS está realizando uma série de atividades durante eta semana, com os profissionais das Unidades de Saúde com Programa de Controle da Tuberculose, que estão desenvolvendo atividades educativas e de busca aos Sintomáticos Respiratórios.

Entre as atividades estão café da manhã nas unidades com os pacientes em tratamento, caminhada pelos bairros, palestras na comunidade, feiras de saúde e apresentação de peças de teatro. O objetivo é chamar atenção sobre a doença, abordando a prevenção e o tratamento.

A tuberculose é uma doença contagiosa, transmitida por via respiratória, atingindo principalmente os pulmões. A melhor maneira de evitar a moléstia é o rápido diagnóstico e o tratamento adequado, que leva pelo menos seis meses. Porém, o abandono do tratamento é a principal dificuldade para a cura.

Conforme o presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), Gustavo Gusso, mesmo grave, existem possibilidades de cura da moléstia. "Se o paciente tiver um acompanhamento constante para identificar logo no início os sintomas. O atendimento do médico de família e comunidade atende essa expectativa já que acompanha o indivíduo como um todo, não apenas tratando uma doença", observou.

Permanecer em ambientes suscetíveis à contração do bacilo como a residência de doentes, ou hospitais e serviços de saúde em geral; ter idade avançada; predisposição genética; desnutrição; abuso de álcool ou drogas ilícitas são alguns fatores que facilitam o surgimento da tuberculose. Pessoas como HIV também tem maiores possibilidades de contrair a doença.

Doença é desafio para saúde pública
Em diversos países houve a ideia de que por volta de 2010 a doença estaria praticamente controlada e inexistente. No entanto, o surgimento do HIV mudou esta perspectiva. No ano de 1993, em decorrência do número de casos da doença, a OMS decretou estado de emergência global e propôs o Tratamento Diretamente Supervisionado (DOTS) como estratégia para o controle da moléstia.

A tuberculose disseminou-se no mundo no século XIX, com a Revolução Industrial, na Inglaterra, quando os operários passaram a viver aglomerados e em péssimas condições de higiene. Passou então a ser conhecida como "peste branca" por ter dizimado um terço da população da Europa.

Vacina - A tuberculose ainda é um dos principais desafios na saúde pública mundial. Para reverter este quadro, o pesquisador brasileiro Célio Lopes Silva divulgou que animais com a tuberculose já estabelecida podem ser curados pela aplicação de uma vacina de DNA que era usada anteriormente em seu laboratório somente para prevenir o estabelecimento da infecção.

A nova vacina gênica poderá, em breve, prevenir surtos da doença e curar pacientes doentes. Esta é a primeira vez que é descrita uma vacina com propriedades preventivas e terapêuticas (curativas). A terapia já foi testada em camundongos, com 100% de resultados positivos. O próximo passo será experimentar a vacina em seres humanos.

Dia Mundial de Combate à Tuberculose - O dia 24 de março foi instituído o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, porque neste dia, em 1882, o cientista alemão Robert Koch apresentou, em uma reunião da Sociedade de Fisiologia de Berlim, a descoberta do bacilo causador da tuberculose, que, posteriormente, passou a ser conhecido como bacilo de Koch. Até então, os cientistas acreditavam que a doença era hereditária existindo uma visão romântica pelo fatalismo que a mesma causava.



Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego