Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 1 de dezembro de 2021
Busca
Brasil

Seis mil casos de tuberculose no estado

23 Mar 2010 - 17h37Por Tribuna

Tosse por mais de 15 dias, febre (no final da tarde), suores noturnos, emagrecimento e cansaço. Esses são alguns sintomas da tuberculose. Amanhã é comemorado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a doença, também conhecida como "peste branca", tenha cerca de 9,4 milhões de incidência no mundo, o que equivale a 139 casos a cada 100 mil pessoas.

Na Bahia, os números de casos registrados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) foi de 5.296 no ano passado. Com mais de 40% de cura e quase 5% de abandono do tratamento e 343 óbitos.

Salvador é a terceira capital em número de casos e um dos municípios que o Ministério da Saúde considera prioritários na luta contra a tuberculose, pois registra uma média de três mil casos a cada ano. Para enfrentar a doença, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) presta serviços de atendimento ao portador, através do Programa de Controle da Tuberculose.

Atualmente, 73 unidades da rede municipal de saúde oferecem o serviço específico, o que tem facilitado o acesso do paciente. Além de prestar atendimento ambulatorial e disponibilizar a medicação, a SMS procura estimular o paciente a realmente aderir ao tratamento, que não pode ser interrompido durante pelo menos seis meses.

Para enfatizar a data e lembrar a sociedade que a tuberculose tem cura, a SMS está realizando uma série de atividades durante eta semana, com os profissionais das Unidades de Saúde com Programa de Controle da Tuberculose, que estão desenvolvendo atividades educativas e de busca aos Sintomáticos Respiratórios.

Entre as atividades estão café da manhã nas unidades com os pacientes em tratamento, caminhada pelos bairros, palestras na comunidade, feiras de saúde e apresentação de peças de teatro. O objetivo é chamar atenção sobre a doença, abordando a prevenção e o tratamento.

A tuberculose é uma doença contagiosa, transmitida por via respiratória, atingindo principalmente os pulmões. A melhor maneira de evitar a moléstia é o rápido diagnóstico e o tratamento adequado, que leva pelo menos seis meses. Porém, o abandono do tratamento é a principal dificuldade para a cura.

Conforme o presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), Gustavo Gusso, mesmo grave, existem possibilidades de cura da moléstia. "Se o paciente tiver um acompanhamento constante para identificar logo no início os sintomas. O atendimento do médico de família e comunidade atende essa expectativa já que acompanha o indivíduo como um todo, não apenas tratando uma doença", observou.

Permanecer em ambientes suscetíveis à contração do bacilo como a residência de doentes, ou hospitais e serviços de saúde em geral; ter idade avançada; predisposição genética; desnutrição; abuso de álcool ou drogas ilícitas são alguns fatores que facilitam o surgimento da tuberculose. Pessoas como HIV também tem maiores possibilidades de contrair a doença.

Doença é desafio para saúde pública
Em diversos países houve a ideia de que por volta de 2010 a doença estaria praticamente controlada e inexistente. No entanto, o surgimento do HIV mudou esta perspectiva. No ano de 1993, em decorrência do número de casos da doença, a OMS decretou estado de emergência global e propôs o Tratamento Diretamente Supervisionado (DOTS) como estratégia para o controle da moléstia.

A tuberculose disseminou-se no mundo no século XIX, com a Revolução Industrial, na Inglaterra, quando os operários passaram a viver aglomerados e em péssimas condições de higiene. Passou então a ser conhecida como "peste branca" por ter dizimado um terço da população da Europa.

Vacina - A tuberculose ainda é um dos principais desafios na saúde pública mundial. Para reverter este quadro, o pesquisador brasileiro Célio Lopes Silva divulgou que animais com a tuberculose já estabelecida podem ser curados pela aplicação de uma vacina de DNA que era usada anteriormente em seu laboratório somente para prevenir o estabelecimento da infecção.

A nova vacina gênica poderá, em breve, prevenir surtos da doença e curar pacientes doentes. Esta é a primeira vez que é descrita uma vacina com propriedades preventivas e terapêuticas (curativas). A terapia já foi testada em camundongos, com 100% de resultados positivos. O próximo passo será experimentar a vacina em seres humanos.

Dia Mundial de Combate à Tuberculose - O dia 24 de março foi instituído o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, porque neste dia, em 1882, o cientista alemão Robert Koch apresentou, em uma reunião da Sociedade de Fisiologia de Berlim, a descoberta do bacilo causador da tuberculose, que, posteriormente, passou a ser conhecido como bacilo de Koch. Até então, os cientistas acreditavam que a doença era hereditária existindo uma visão romântica pelo fatalismo que a mesma causava.



Leia Também

DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça