Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 26 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Sanesul garante R$ 127 milhões para saneamento de MS

17 Set 2010 - 09h20Por Notícias MS
O presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, apresentou na última terça-feira, 14 de setembro, os projetos executivos de água e de esgoto para Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas, e garantiu investimento de R$ 127 milhões do governo federal para o saneamento de Mato Grosso do Sul. As obras irão compor a segunda etapa do programa de infraestrutura e saneamento do Ministério das Cidades.

Segundo o presidente da Sanesul, a apresentação dos projetos aos técnicos do Ministério das Cidades é um passo importante para a aprovação e assinatura dos contratos. “Com esses investimentos, as principais cidades do Estado passam a ter cobertura de esgoto com índices compatíveis aos países desenvolvidos. Essa conquista demonstra o esforço do governador André Puccinelli, por intermédio da Sanesul, para dotar os municípios de cobertura do abastecimento de água potável e da coleta e tratamento de esgoto”.

Durante a reunião em Brasília (DF), ficou definido que o montante será dividido em obras para os sistemas de abastecimento de água dos municípios de Corumbá e de Ponta Porã, e de esgotamento sanitário para Dourados, Três Lagoas, Ponta Porã e Corumbá.

Para o presidente da Sanesul, a aprovação desse montante, por parte do governo federal, representa o reconhecimento da capacidade técnica da Sanesul na elaboração dos projetos e premia o esforço de todos os funcionários da empresa na busca por melhorias nas condições de saúde da população. “Levar água e tratamento de esgoto a todos os domicílios é o que motiva o nosso trabalho, principalmente quando vemos a parcela mais pobre da população, residente nas periferias, receber a rede de água e de esgoto. Isso nos leva a acreditar que estamos no caminho certo”.

“Esses recursos vão transformar para melhor a vida de milhares de sul-mato-grossenses que ainda não têm acessos aos serviços de saneamento, sobretudo em coleta e tratamento de esgoto”, enfatiza o presidente da Sanesul. Como exemplo, os recursos destinados ao esgotamento sanitário de Dourados deixarão a cidade com mais de 80% de cobertura em domicílios urbanos.

Participaram da reunião o gerente de projetos do Ministério da Cidade e coordenador de projetos Manoel Renato Machado Filho, o analista de infraestrutura, Marco Tourinho, o assessor técnico Hélio José de Freitas, ambos também do Ministério das Cidades, e os representantes da Caixa Econômica Federal, José Luiz Silva e pelo Earp Eprahnann.

Da Sanesul, estiveram presentes o diretor-presidente José Carlos Barbosa, a gerente de projetos Lourdes Tapparo e o gestor de projetos de esgoto Luiz Fernando Gameiro. A reunião foi realizada no Ministério das Cidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso