Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

Primeiro-ministro do Haiti pede ajuda ao Brasil

8 Jul 2004 - 14h43
"A estabilidade requer um esforço paralelo de soerguimento da economia haitiana", reconheceu hoje o ministro da Defesa, José Viegas, em reunião com o primeiro- ministro do país, Gerard Latortue, que recebe, desde o início de junho, a primeira missão de paz das Nações Unidas, coordenada pelo Brasil.

"Nós podemos (apoiar o Haiti). Sobretudo se nós formos capazes de ajudar a gerar um movimento junto à comunidade internacional que reúna uma quantidade de dinheiro suficiente para investimentos na economia haitiana", disse Viegas.

Gerard Latortue deu hoje sugestões concretas para a cooperação econômica brasileira. Viegas elogiou as idéias do primeiro-ministro, considerando-as criativas e factíveis. "Por que não fazer? O investimento é muito pequeno", afirmou Viegas, se referindo à idéia de apoiar agroindústrias familiares, como casas de farinha, e para o processamento de sucos de frutas ou goiabada.

"O que me fascina no discurso do primeiro-ministro é que nós não estamos falando de nada grandioso, de grandes investimentos. O soerguimento para gerar empregos nas áreas rurais é onde nós podemos oferecer com mais facilidade o nosso apoio".

Acompanharam Viegas no encontro com o primeiro-ministro haitiano, os ministros da Defesa chileno, Michelli Jeria, e uruguaio, Yamandu Fau. Aos dois parceiros sul-americanos, Latortue fez pedidos semelhantes. "No Brasil, no governo, na sociedade civil, certamente haverá quem encontre ressonância nessas idéias", disse Viegas, ainda em referência às sugestões de Latortue.

A reunião faz parte da visita oficial dos ministros ao país para passar em revista as tropas de seus respectivos países que participam da Missão de Paz da ONU. O atual objetivo da missão é o de colaborar na manutenção da ordem e da segurança no país, abalado por conflitos até fevereiro, quando rebeldes depuseram o então presidente Jean-Bertrand Aristide.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada