Menu
SADER_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Popó confiante para mais uma defesa de título hoje à noite

7 Ago 2004 - 09h01
 

Já em Nova York depois de dois meses de treinos nas Montanhas de Pocono, nos Estados Unidos, o baiano Acelino Popó Freitas está pronto para defender pela primeira vez o título dos leves da OMB (Organização Mundial de Boxe), conquistado em 2003. Neste sábado à noite, enfrenta o colombiano naturalizado americano Diego Chico Corrales, herdeiro do seu cinturão dos superpenas.

Tanto o brasileiro quanto o americano têm um cartel respeitável. Em 34 lutas, Popó venceu 30 por nocaute, o melhor índice de aproveitamento do mundo: 92%. Corrales ganhou 31 desta maneira em 38 combates, mas perdeu duas. A primeira para Floyd Mayweather em janeiro de 2001 e a segunda em outubro de 2003 para Joel Casamayor, de quem venceu a revanche e conquistou o título dos superpenas.

Popó não se preocupa com a força de Corrales e não mudou seu treinamento por causa das características do adversário. O americano mede 1,82m e a diferença de altura entre os dois chega a 17 cm. O brasileiro acha que estatísticas e análise de estilos servem como passatempo antes das lutas e que tudo se resolve mesmo quando soa o gongo.

"Vamos ver no sábado quem tem o golpe mais pesado. Ele é uma pessoa como outra qualquer, com duas mãos e duas pernas", disse Popó. Corrales ficou preso na Califórnia por 14 meses entre 2001 e 2002 por abuso contra a sua esposa. Protagonizou uma luta emocionante contra Casamayor em outubro passado.

Os dois foram à lona durante o combate, interrompido devido a um intenso sangramento no rosto do americano, causa da sua derrota. Diante de Mayweather, caiu cinco vezes e só parou quando seu treinador jogou a toalha no décimo round.

"Acho que os fãs gostam do meu estilo, pela garra que tenho. Eu e Popó somos dois dos melhores pugilistas do mundo. Estamos no auge ou perto dele nas nossas carreiras. É uma luta que pode entrar para a história", disse Corrales, campeão mundial júnior dos superpenas.

Oscar Suarez, treinador de Popó, disse que a luta servirá para provar mais uma vez o valor do baiano. "Corrales é um dos melhores na categoria. Acho que esta luta colocará o vencedor entre os melhores entre todos os pesos. Por isto é que decidimos enfrentar o Corrales. Para provar aos críticos que o Popó não está derrotando somente adversários fáceis. Ou vai ou racha", disse Oscar Suarez.


Globo On line

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto