Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

PMDB e Lula se entendem se renegociada dívida com Estados

21 Nov 2006 - 07h27
Um psicólogo foi preso em Anápolis, em Goiás, acusado de colocar fogo em uma paciente. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, Edimar Francisca de Oliveira, 42 anos, teve queimaduras nas costas e na cabeça. Ela fazia tratamento para depressão e síndrome do pânico no Instituto de Psiquiatria Professor Wassily Chuc.

No depoimento que deu à polícia, Oliveira disse que o psicólogo Edson Rodrigues de Souza, 28 anos, ateou fogo na cama onde ela estava. O advogado de Souza disse que a paciente "pulou no fogo" e que seu cliente tentou socorrê-la.

O diretor do hospital, Maurício Candiotto, disse que este tipo de conduta não é terapêutica. O psicólogo está preso em um batalhão da Polícia Militar por lesão corporal e incêndio.

 

 

Terra

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro