Menu
SADER_FULL
terça, 20 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pela segunda vez consecutiva, Barrichello quebra o recorde

23 Out 2004 - 09h55
O piloto brasileiro Rubens Barrichello (Ferrari) voltou a quebrar o recorde do circuito de Interlagos, com o tempo de 1min10s229, após a segunda sessão de treinos livres para o GP do Brasil de F-1, realizada na manhã deste sábado.

Na sexta-feira, Barrichello havia quebrado o recorde do circuito com o tempo de 1min11s166. Assim como na sexta, o segundo colocado no sessão de treinos foi seu companheiro de equipe, o alemão Michael Schumacher, que marcou 1min10s352.

Apesar da segunda colocação no treino, o alemão sofreu acidente que destruiu boa parte de sua Ferrari no segundo treino livre deste sábado.

Rubens Barrichello havia feito apenas o quarto melhor tempo na primeira sessão de treinos realizada neste sábado, com o tempo de 1min11s641. Jenson Button, da BAR, foi o mais rápido no primeiro treino livre, com 1min11s466.

Após quebrar pela segunda vez consecutiva o recorde do autódromo brasileiro, Barrichello se concentra para o treino oficial, que decide as posições no grid de largada e está marcado para este sábado, às 13h.

Ricardo Zonta (Toyota) e Felipe Massa (Sauber) tiveram desempenhos discretos e terminaram o treino em posições intermediárias. Massa foi o 10º, com 1min11s142, e Zonta o 14º, com 1min11s688.

O GP do Brasil de F-1 é a última prova do calendário de 2004 da categoria e está marcado para o domingo, às 14h.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filha de 9 anos flagra pai estuprando menina de 5 na lateral da casa
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: 5,6 milhões de pessoas recebem nesta terça-feira
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
CORONAVIRUS NOS ANIMAIS
Gato é o primeiro animal no Brasil que testa positivo para o Coronavirus
ABSURDO
Enfermeiros, fisioterapeuta e médico são afastados após denúncia de estupro na UTI
BRASIL - 153.905 MORTES
Brasil registra 10,9 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga hoje auxílio emergencial de R$ 300 a 1,6 milhão do Bolsa Família
BRASILEIRÃO
Com possível 'adeus' de Soteldo, Santos vence o Coritiba fora de casa
HORÁRIO DE VERÃO
HORÁRIO DE VERÃO: Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo
GOVERNO NA CONTRA-MÃO
Bolsonaro: Vacina contra a covid-19 não será obrigatória