Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Para evitar sonegação, governo estuda nota fiscal eletrônica

28 Nov 2006 - 07h54
O governo estuda a ampliação do sistema eletrônico de nota fiscal e escrituração para todo o País. O objetivo é reduzir o espaço para a sonegação. De acordo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, este foi um dos assuntos discutidos na reunião desta segunda-feira entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros da área econômica.

Segundo o ministro, esse sistema é positivo tanto para os governos estaduais, municipais e federais quanto para as empresas. Para os governos, porque permite que uma única base de dados alimente todo o sistema, facilitando a fiscalização e, com isso, reduzindo o espaço para a sonegação; e para as empresas, porque haverá redução de custos, pois, hoje, algumas são forçadas a manter até prédios para armazenar a documentação por pelo menos cinco anos.

"Fica mais difícil a sonegação", afirmou Mantega, acrescentando que, para as empresas, será reduzido o custo burocrático. O ministro disse acreditar que o sistema eletrônico vai aumentar a arrecadação da União, dos Estados e dos municípios. "Será algo expressivo", previu. Evitou, no entanto, citar números.

Mantega observou que será necessário o entusiasmo e a adesão dos novos governadores ao sistema eletrônico, que, no entender dele, deverá se consolidar completamente com a adesão de Estados e municípios em dois anos.

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro