Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

Neves pede esclarecimentos a SEMA

6 Out 2004 - 13h09

O deputado estadual Waldir Neves apresentou requerimento hoje à assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul para que seja encaminhado documento ao Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Márcio Portocarrero, solicitando informações a respeito dos empreendimentos turísticos localizados às margens do Rio Formoso,em Bonito.

Neves quer saber o número de propriedades que desenvolvem atividades turísticas às margens do Formoso, se todas possuem licença de funcionamento, quantas delas já foram vistoriadas pela Sema e com que freqüência,e saber também se é comum a realização de vistorias no período noturno, entre outras coisas.

A necessidade de tais esclarecimentos surgiu de uma autuação da Agropecuária Água Viva, de propriedade de Waldir Neves em Bonito, e aplicação de uma multa no valor de 500 mil reais por motivos considerados pelo deputado políticos. Todos os problemas descritos no auto de infração  foram objetos do Termo de ajustamento de conduta(TAC) celebrado entre a Agropecuária, o Ministério Público Estadual e a própria SEMA. “Esse é preço que estou tendo que pagar por fazer uma oposição sistemática ao governo, por denunciar coisas absurdas como as que aconteceram para a realização do festival América do Sul”, ressaltou o tucano.

Antes da votação do requerimento , Waldir neves esclareceu aos demais deputados a importância da aprovação do documento. Para ele está na hora de tirar a Sema das mãos de pessoas que não enxergam a real importância do órgão , que tratam o meio ambiente com descaso e fazem uso político de um instrumento tão importante para as questões ambientais.

Waldir Neves também aproveitou para esclarecer que qualquer tipo de vistoria tem que ser feita mediante notificação por escrito e só depois então do respectivo Laudo de Constatação e de expirado o prazo de 60 dias para a apresentação da defesa, a Agropecuária poderia ser submetida à cobrança de uma multa. A Agropecuária Água Viva foi vistoria sem o aviso prévio e em horário impróprio- às 17h40min. O deputado  deixou claro que todas as medidas legais já estão sendo tomadas para reverter a situação e estava fazendo uso da palavra apenas para defender sua imagem , mais uma vez atacada. “ Sou um cidadão como qualquer outro que tem propriedade na região. Se estiver errado quero ser punido por isso. Mas não poso admitir ser perseguido porque não aceito calado os absurdos cometidos pela atual administração estadual”, concluiu Neves.
 
 
Assembléia

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente