Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Brasil

MS deve criar mais de 16 mil novos postos e trabalho em 2010

23 Mar 2010 - 15h16Por MS Notícias
Medidas tomadas em 2009, com o objetivo de reaquecer o mercado interno, tais como expansão da oferta interna de crédito, manutenção dos investimentos em infraestrutura e estímulo ao consumo via redução de impostos, permitem hoje que o Brasil projete um cenário positivo para o mercado de trabalho de 2010.

É o que mostram os dados do “Boletim Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise número 42”, coordenado pela Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas - Ipea.

Neste ano, a expectativa é de que 16.766 novas vagas sejam criadas em Mato Grosso do Sul, um número 30% maior que em relação ao ano passado.

As empresas de MS deverão ter o melhor ano desde 2004, quando foram criados 20.087 empregos formais, conforme balanço do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego – Caged, do Ministério do Trabalho. No ano passado, foram criados 12,9 mil empregos.

O setor do comércio e reparação é o que apresenta a melhor perspectiva, 7.590. A indústria deverá criar 3.958; o setor de alojamento e alimentação, 2.549; saúde e educação, 1.445; e construção civil, 430.

De acordo com a presidente do Conselho Regional de Administração – CRA/MS, Marta Otto, no caso das empresas, a postura deve ser de investimento, mas com cautela. “Em anos eleitorais, as expectativas costumam ser mais positivas para o mercado empregador, no entanto, o que sempre recomendo é estratégia.

É importante estudar as oportunidades antes, aplicar pesquisas de mercado e desenvolver boas campanhas de marketing. O ideal é que se tenha um administrador à frente dessas iniciativas, pois é esse o profissional que está capacitado para esse tipo de demanda”.

Para aqueles que pretendem preencher uma vaga, o administrador e doutor em Engenharia de Produção, Luiz Antonio dos Santos lista os requisitos necessários para se ter sucesso nas buscas. “O primeiro requisito é: contatos. O mercado exige que as pessoas saibam se relacionar.

O segundo item que deve ser seguido é o domínio de línguas estrangeiras, e de maneira especial o inglês e o mandarim (língua oficial da China). Além disso, é necessário o domínio das mídias eletrônicas, e busca por conhecimentos.

Não basta a pessoa ter uma formação acadêmica apenas, tem que se especializar, correr atrás de mestrados, pós graduações, MBAs, estudar sempre”, destaca.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade