Menu
SADER_FULL
segunda, 8 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

Moisés chega à Vila Belmiro com as bênçãos da família Ganso

24 Set 2010 - 10h02Por Globo Esporte

Reforço santista para a disputa do Campeonato Brasileiro, o atacante Moisés chega à Vila Belmiro com as bênçãos da família Ganso. Foi o irmão do craque santista, Júlio Chagas de Lima, o Papito, quem indicou o jogador, revelação do Paysandu, à diretoria do Santos. Credencial é o que não falta para o novato.

Ídolo da torcida do Papão, que o chama de Salvador, Moisés foi artilheiro do Campeonato Paraense deste ano, com 13 gols. Ao chegar ao Santos, foi logo “adotado” pelos conterrâneos. Conversou bastante com Papito e com Paulo Henrique Ganso.

- Eu conheci o Moisés quando o Santos foi jogar com o Remo em Belém (pela segunda rodada da Copa do Brasil). O pessoal disse que tinha esse menino muito bom de bola lá. Antes do jogo do Santos, o Paysandu jogou contra o Palmeiras (também pela Copa do Brasil) e eu fui assistir. Gostei dele e resolvi também ver o jogo da volta, em São Paulo. Moisés é rápido, se posiciona bem na área. Então, o indiquei para o pessoal do Santos - conta Papito.

Isso foi em março e a direção do Peixe iniciou os contatos. Inicialmente, ofereceu R$ 100 mil ao Papão para contratar o jogador, proposta prontamente recusada pelos paraenses. Moisés, porém, balançou com o interesse santista e resolveu entrar na Justiça para conseguir a sua liberação, o que criou um grande mal estar entre o jogador e a diretoria do Papão. Enquanto a novela caminhava, Moisés chegou a treinar no Internacional e a conversar com o Cruzeiro. O Paysandu não o liberava. O impasse só se encerrou no início de setembro, quando um grupo de investidores, representado pelo argentino Gustavo Arribas, sócio do empresário iraniano Kia Joorabchian, que liderou uma polêmica parceria com o Corinthians, entre 2004 e 2005, pagou R$ 600 mil por 80% dos direitos de Moisés e o colocou na Vila Belmiro. Os outros 20% seguem pertencendo ao clube paraense.

- Felizmente deu tudo certo. Conversei com o Moisés e ele está bastante tranquilo. Tomara que ele seja feliz no Santos – torce o irmão do camisa 10 do Peixe.

A princípio, Moisés acertou um contrato até o fim do Campeonato Brasileiro. Ele já fez exames médicos, vem treinando no CT Rei Pelé, mas ainda falta a assinatura. Por isso, não pode conceder entrevistas. Ele alega que foi orientado pelo clube a só falar no dia de sua apresentação, cuja data ainda não está marcada. Sua última entrevista foi concedida à “Rádio Clube”, de Belém. Nela, ele agradeceu à família Ganso.

- Conversei com o Papito e com o Paulo Henrique. São pessoas muito bacanas, estão me tratando muito bem.

Leia Também

ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira