Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Ministro prevê recuperação da agricultura em 2007

7 Dez 2006 - 10h18

A perspectiva de recuperação da agricultura brasileira em 2007 foi a tônica do pronunciamento do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes Pinto, na abertura da reunião conjunta do CNPA (Conselho Nacional de Política Agrícola) e do Conselho Nacional do Agronegócio, realizada ontem, dia 6, à tarde no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

Guedes lembrou que, contrariando previsões que apontavam queda na produção agrícola deste ano, o que houve foi uma recuperação que já garante uma safra superior a do ano passado. Para o ministro, o resultado se deve à melhoria dos preços dos principais produtos no mercado internacional, ao clima e às políticas implementadas pelo Mapa, como a prorrogação de R$ 20 bilhões em dívidas dos produtores e o apoio à comercialização de 23,8 milhões de toneladas de grãos com o aporte de R$ 2,5 bilhões de recursos oficiais.

Ele afirmou que nos últimos quatro anos o país duplicou o valor das exportações, gerando um superávit de US$ 41 bilhões, que representa 90% do saldo da balança comercial brasileira. Comentando as críticas segundo as quais o aumento da produção agrícola no Brasil se dá em prejuízo da preservação ambiental, Guedes explicou que o país pode até triplicar sua produção sem derrubar nenhuma árvore, lembrando que a produção de soja e de carne bovina é muito pequena na Amazônia. Segundo ele, o desmatamento naquela região foi reduzido em 50% no ano passado e deve cair outros 40% este ano.

Após afirmar que já concluiu o relatório dos últimos quatro anos, ele elencou as prioridades do Mapa para a próxima gestão entre elas o controle sanitário, agroenergia, qualidade, rastreabilidade e certificação, novos instrumentos de política agrícola e seguro rural e desenvolvimento sustentável.

Entre os principais desafios, o ministro citou a questão da infra-estrutura logística (precariedade do transporte rodoviário, ferroviário e hidroviário, bem como a necessidade de reaparelhamento dos portos), a questão sanitária e a política de subsídios à produção agrícola dos países desenvolvidos, que impõe uma concorrência desleal aos produtos brasileiros.

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA