Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Menina de dois anos é mordida por colegas em creche de Cuiabá

21 Mai 2011 - 08h51Por Band Cuiabá

Uma criança de dois anos sofreu ferimentos no corpo por ter sido mordida por colegas de sala em uma creche municipal em Cuiabá, Mato Grosso.

A agressão aconteceu no início da semana e a menina não quer mais voltar. No total, a garota sofreu mais de 12 mordidas em diferentes partes do corpo.

Todas as seis educadoras da creche serão investigadas pela Secretaria Municipal de Educação, uma vez que, segundo a diretora da creche, houve negligência por parte dos educadores.

Eles se ausentaram por pelo menos uma hora para participar de uma reunião interna realizada na creche, deixando 20 crianças sozinhas. Foi uma pedagoga da sala ao lado que ouviu os choros da menina.

A diretora, alega que a responsabilidade pelo ocorrido precisa ser compartilhada com a Secretaria de Educação, já que o local não tem funcionários suficientes para atender a grande demanda da região.

Tanto a diretora quando outras duas funcionárias da creche foram afastadas de suas funções.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério