Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Médicos do MS estão em Brasília para cobrar melhorias na área de saúde

26 Out 2010 - 16h12Por Assessoria

Preocupados com o futuro da saúde no país, o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Federação Nacional dos Médicos (FENAM), a Associação Médica Brasileira (AMB) e os conselhos regionais, sindicatos de base e associações, vão se reunir hoje, em Brasília, em prol do movimento chamado: Mobilização Nacional pela Valorização da Saúde.

O objetivo é sensibilizar os gestores públicos, parlamentares e a sociedade em geral sobre a necessidade de respostas para assuntos que tratam da vida e do bem estar de toda a população. Durante o evento serão distribuídas cópias de documentos que tratam das reivindicações da classe médica.

Segundo a presidente do Sindicato dos Médicos (Sinmed-MS), Dra. Luzia da Silva Santana, falta investimento na saúde e isso faz com que os médicos fiquem sobrecarregados e a população desassistida “A estrutura é boa, porém se torna ineficiente pela falta de material humano, gerando descontentamento da população e consequentemente a falta de segurança. Estes são os principais fatores que levam a saúde pública à situação que está hoje”, diz a presidente.

Ela ressalta também que a má gestão dos recursos gera todos os problemas que envolvem a saúde pública. “O médico precisa ser bem remunerado, é preciso mais segurança nos postos de saúde, a violência não atinge só os profissionais da área, toda população fica prejudicada”, revela a Dra. Para o senador da república, Delcídio do Amaral, é preciso respeitar a PEC 29, que fala sobre a distribuição de 10% dos recursos arrecadados pelo governo Federal, para o investimento da saúde nos estados.

Ele argumenta que a falta de compromisso nas administrações voltadas para o setor é um sério problema que precisa ser resolvido. “No caso de Campo Grande é necessário que os hospitais sejam descentralizados, a Capital não aguenta mais atender toda a demanda do interior”, diz Delcídio. O senador também estará amanhã em Brasília em apoio às reivindicações médicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada