Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

MEC abre 17,5 mil vagas em cursos a distância em 2005

27 Set 2004 - 14h14
O MEC (Ministério da Educação) aprovou a abertura, em 2005, de 17.585 vagas em cursos de graduação a distância nas áreas de pedagogia, matemática, biologia, física e química. Os cursos serão oferecidos por instituições públicas federais, estaduais e municipais organizadas em oito consórcios, nas cinco regiões do país.

Segundo o secretário de Educação a Distância, Marcos Dantas, citado por sua assessoria, a ação faz parte das medidas adotadas para solucionar o problema da falta de professores, especialmente a das ciências exatas. Levantamento do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) mostra que em química, física, matemática e biologia faltam 250 mil profissionais na rede pública.

"Priorizamos a oferta de cursos de ciências exatas devido à dramática carência de docentes no ensino médio e para as séries finais do ensino fundamental nas redes públicas", disse Marcos Dantas.

O Ministério da Educação definiu, por meio da Lei de Diretrizes e Bases, que até 2006 nenhum professor do ensino fundamental e médio do setor público poderá dar aula sem possuir curso superior. Assim, se explica o fato dos educadores serem mais de 90% dos alunos da educação a distância no Brasil.

Vagas

Na repartição das 17.585 vagas, 6,4 mil serão para cursos de pedagogia, 3.565 para matemática, 3.465 para biologia, 2.530 para física e 1.680 para química. Os cursos terão a duração de quatro anos, como já ocorre nas licenciaturas presenciais, e a seleção dos candidatos será feita a critério das instituições vencedoras em cada consórcio.

De acordo com Marcos Dantas, mesmo sendo na modalidade a distância, os alunos deverão ter parte das atividades presenciais, especialmente a avaliação, respeitados os projetos próprios dos consórcios. Os alunos terão tutores para orientar os estudos, tirar dúvidas, fazer avaliação, além de material didático impresso adequado à modalidade. Ao final, o aluno receberá certificado da instituição onde fez o vestibular.

Recursos

O Ministério da Educação e os consórcios vão assinar, em 30 dias, contratos para o repasse de recursos destinados à manutenção dos cursos. Em 2004, o MEC vai investir R$ 14 milhões, que deverão ser aplicados na aquisição de equipamentos, produção de materiais didático-pedagógicos orientados para o ensino a distância e preparação de vestibulares.

Para 2005, informa o secretário Marcos Dantas, o orçamento do MEC prevê um repasse de R$ 20 milhões para a manutenção dos cursos, ação que está prevista no Plano Plurianual (PPA) 2004-2007.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas