Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
sábado, 17 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Lula diz que Brasil poderá ser ''uma grande cooperativa''

6 Jul 2004 - 10h51
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não medirá esforços para fazer as mudanças nas leis necessárias ao desenvolvimento das cooperativas. Durante a comemoração do Dia Internacional do Cooperativismo, na sede da Organização das Coooperativas Brasileiras, o presidente afirmou que muitas vezes o que um produtor não consegue fazer sozinho, pode ser realizado quando ele se reúne a outros por meio das cooperativas. "Não haverá sacrifício que não mereça ser superado para que a gente tenha esse país transformado em uma grande cooperativa", afirmou o presidente.

Durante a solenidade, foi criado um programa de Estímulo do Ensino à Produção Acadêmica do Cooperativismo e também o Programa de Gênero e Cooperativismo (Coopergênero). O Coopergênero busca incorporar o componente gênero com a política pública do governo federal para a área. O objetivo é formar e capacitar mulheres como gestoras de cooperativas.
 
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições