Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 14 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
Brasil

Justiça do Rio autoriza quebra do sigilo telefônico do goleiro Bruno

28 Jul 2010 - 15h20Por Folha Online

O juiz Marco José Mattos Couto, da 1ª Vara Criminal do Rio, determinou a quebra do sigilo telefônico do goleiro Bruno Fernandes para saber quais ligações foram realizadas e recebidas nos dias 12 e 13 de outubro de 2009, quando Eliza Samudio teria sido sequestrada e agredida pelo jogador.

O telefone também era usado por Luiz Henrique Romão, o Macarrão, amigo de Bruno. A quebra se refere apenas aos dois dias.

A decisão do juiz está no processo no qual Bruno e Macarrão foram denunciados por lesão corporal, sequestro e cárcere privado de Eliza. Na época, estava grávida. O filho, segundo ela, é do jogador.

Bruno nega os crimes.

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo libera empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença
AUXÍLIO BRASIL AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás saem hoje para mais um grupo
BRASIL + POBRE
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas