Menu
SADER_FULL
segunda, 20 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Justiça determina prisão de vereador pego com 93 kg de cocaína

24 Mar 2010 - 14h10Por Dourados Informa
A justiça determinou a prisão do vereador Joanir Subtil Viana, que foi preso em abril de 2009 com 93 quilos de cocaína e está em liberdade desde janeiro deste ano.

Acusado de tráfico de drogas e formação de quadrilha, ele já foi alvo de duas operações da PF (Polícia Federal). A expedição do mandado de prisão foi determinada ontem, após decisão da 1ª Turma Criminal do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Em janeiro, ele foi libertado por decisão do desembargador João Batista da Costa Marques.

Viana responde ao processo por tráfico de drogas e formação de quadrilha na Vara Criminal de Caarapó. Em abril de 2009, ele foi preso em sua fazenda em Aral Moreira.

Na época, foram presas mais sete pessoas ligadas à quadrilha do parlamentar.

Eles estavam com 93 quilos de cocaína, que teriam sido deixados por uma aeronave proveniente de Cáceres (MT). A Polícia Federal divulgou que a droga estava avaliada em R$ 3,5 milhões.

A quadrilha ligada ao parlamentar voltou a ser alvo de nova operação da PF contra o tráfico de drogas, desta vez em junho do ano passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões