Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

João Paulo culpa governo por estagnação na Câmara

25 Ago 2004 - 16h53
Após nova tentativa frustrada de retomar as votações na Câmara, o presidente da Casa, João Paulo Cunha (PT-SP), responsabilizou hoje o governo pela estagnação dos trabalhos no Legislativo e o clima tenso entre os aliados e a oposição.

"Na realidade há um processo natural de oposição e situação, mas claro que algumas ações do governo ou a falta de ações em algumas áreas acabam estimulando a oposição a se fortalecer, a criticar mais fortemente", disse.

Ao comentar os ânimos acirrados, João Paulo criticou o envio do projeto que cria o Conselho Federal de Jornalismo e a medida provisória que dá status de ministro ao presidente do Banco Central.

"As ações que estão sendo praticadas são ações que acabam esticando a corda da relação do governo com a oposição e a gente vai perdendo um pouco a margem de manobra aqui na Câmara", disse. "Não diria que falta flexibilidade, mas o clima não está bom e cada vez dificulta mais as negociações no âmbito do Parlamento."

Nesta manhã, após reunião dos líderes com o presidente da Casa, a oposição disse que manterá a obstrução. "Ainda temos que ver até o fim do dia para ver se conseguimos algum acordo. O problema não é tanto o quórum, é mais político", disse.
 
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto