Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 24 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Inter bate São Paulo e leva vantagem para o Sul

10 Ago 2006 - 07h18
O Internacional levou a melhor sobre o São Paulo na primeira partida decisiva da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, no Morumbi, a equipe colorada contou com grandes atuações de Rafael Sobis e Tinga para vencer por 2 a 1 e dar um passo importante rumo ao título.

Com o resultado, o time comandado por Abel Braga joga pelo empate no jogo de volta, marcado para a próxima quarta-feira, no Beira-Rio. Em caso de vitória são-paulina por um gol, será disputada uma prorrogação de 30 minutos, seguida de disputa por pênaltis se necessário.

A partida começou mal para o São Paulo, que perdeu Josué logo aos 9min, expulso por cotovelada em Rafael Sobis. Ainda que sem muita criatividade, o Inter dominou as ações até os 37min, quando Fabinho deu um tapa em Souza e também recebeu o cartão vermelho.

Foi no dez contra dez, no entanto, que a equipe gaúcha conseguiu finalmente se impor. Aos 8min do segundo tempo, Rafael Sobis mostrou habilidade no mano a mano com Fabão e bateu cruzado para abrir a contagem. Oito minutos mais tarde, o próprio Sobis ficou com rebote de Rogério Ceni e ampliou.

Com o São Paulo desorganizado, o Inter teve chances para ampliar ainda mais o marcador. No entanto, o time da casa cresceu a partir da metade da etapa final e passou a pressionar. O resultado veio aos 30min, quando Edcarlos descontou de cabeça e diminuiu a vantagem colorada para o jogo de volta.

O jogo

Aos 3min, Edinho pisou no tornozelo de Mineiro, que passou a jogar com dor no local. Aos 9min, Josué acertou uma cotovelada em Rafael Sobis e foi expulso. Era tudo o que o Internacional precisava para ganhar as ações no meio-campo.

Não demorou para que o time colorado aproveitasse a vantagem e criasse boa oportunidade. Aos 17min, Edinho prendeu a bola no meio e acertou belo passe para Jorge Wágner, que invadiu a área e chutou em cima de Rogério.

Mesmo com um a mais, o Inter levava sustos do São Paulo no contra-ataque. Em uma dessas investidas rápidas, aos 24min, Ricardo Oliveira tocou para Leandro na área, e Fabinho apareceu no momento certo para impedir a conclusão.

O nervosismo era a marca da partida, e as reclamações com o árbitro Jorge Larrionda eram constantes. Na equipe gaúcha, a instabilidade ficava clara na dificuldade para armar jogadas de ataque.

Apesar disso, era o Inter quem tomava a iniciativa do jogo, uma vez que o São Paulo estava retraído em seu campo. Muricy Ramalho preparava-se para trocar Leandro por Richarlyson, quando Fabinho deu um tapa na nuca de Souza e também recebeu cartão vermelho, aos 37min.

Dez contra dez, o jogo ficou mais aberto após o intervalo. Aos 8min, Edinho puxou contra-ataque e tocou para Rafael Sobis. No mano a mano, o camisa 11 sambou na frente de Fabão e chegou a se desequilibrar antes de bater cruzado da entrada da área e abrir o placar.

Desorganizado em campo, o São Paulo permitia que o Inter trocasse passes com tranqüilidade. Aos 16min, Alex recebeu na esquerda e cruzou no segundo pau para Fernandão, que escorou para o meio da área. Rogério espalmou a bola na trave depois que Júnior dividiu pelo alto com Tinga, e Sobis apareceu para completar no rebote: 2 a 0.

Para reanimar o time tricolor, Muricy Ramalho trocou o apagado Danilo, que deixou o campo vaiado, por Lenílson. Em poucos minutos, o substituto fez mais que o titular e obrigou Clemer a fazer excelente defesa. Na seqüência, aos 25min, Sobis ficou com sobra após triangulação e perdeu grande chance de fazer seu terceiro gol.

O São Paulo, então, partiu para cima em busca do empate. Aos 30min, Leandro fez cruzamento milimétrico da direita, e Edcarlos cabeceou com estilo para descontar. Logo depois de balançar a rede, o zagueiro foi substituído pelo centroavante Aloísio.

Do lado do Internacional, Abel Braga promoveu a entrada de Michel no lugar de Sobis, que reclamava de dores na coxa. Antes disso, o treinador já havia trocado Ceará e Alex por Wellington Monteiro e Índio.

Empolgado com o gol de Edcarlos, o São Paulo passou a pressionar. Apostando nos cruzamentos na área, a equipe chegou a criar boas oportunidades, mas não conseguiu evitar a derrota na partida de ida da final da Copa Libertadores.

 

Terra Redação

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA