Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 13 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Incra quer emancipar nove assentamentos de MS

20 Out 2004 - 13h48
O Incra (Instituto de Colonização e Reforma Agrária) quer emancipar nove assentamentos rurais de Mato Grosso do Sul. Com o desligamento do instituto, as famílias passariam a ser independentes para a geração de renda. A proposta está incluída no PAC (Programa de Aperfeiçoamento da Consolidação de Assentamentos), resultado de um acordo entre o governo federal e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Dois assentamentos tiveram o convenio firmado hoje em Campo Grande. Os assentamentos Palmeiras, em Nioaque, e Aldeia, em Bataguassu. Serão investidos R$ 1,8 milhão, mais contrapartida da Prefeitura de R$ 270 mil em obras Palmeiras, beneficiando 117 famílias. No Aldeia de Bataguassu são R$ 2,1 milhões, com contrapartida de R$ 394 mil em obras para as 212 famílias. Dois assentamentos do Estado já estão inseridos no programa, que começou no Capão Bonito II, em Sidrolândia, a 170 quilômetros de Campo Grande, atingindo 308 famílias; e no Andalucia, em Nioaque, com 163 famílias. Segundo o superintendente do Incra do Estado, Luiz Carlos Bonelli, neste último houve irregularidades no cumprimento do acordo e falta de transparência dos recursos. O Incra teve que intervir e assumir a administração. Já foram liberados R$ 480 mil, e o assentamento ainda tem R$ 1,8 milhão para receber. Como o convênio já está firmado, é o instituto que administra o local agora.De acordo com o Incra, o PAC vai beneficiar também três assentamentos em Corumbá (Paiolzinho, Tamarineiro e Taquaral) e dois em Rio Brilhante (Taquara e São Judas). A meta é que todos estejam em plena implantação até 2007, quando deverá ser feita uma avaliação para verificar se será possível o desligamento do Incra. O PAC é destinado a assentamentos da reforma agrária, com no mínimo 50 famílias, que foram criados entre 1986 e 1998.
 
 
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo