Menu
SADER_FULL
domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Brasil

Governo executa mais de 2 mil obras em seis anos no MS

8 Out 2004 - 13h16
O Governo Popular contabiliza 2.106 obras concluídas e em execução no Mato Grosso do Sul desde 1999. São 1.751 obras entregues em todos os municípios em seis anos com investimento de mais de R$ 1 bilhão e outras 355 em andamento em 65 municípios. “Chagamos ao fim da era das obras inacabadas com inaugurações e encaminhamento das construções que ainda estavam paralisadas. Vamos fazer nesses dois anos que ainda restam do Governo Popular muitas obras importantes para o Estado e nada do que está sendo feito ficará sem ser concluído”, afirmou o secretário de Infra-Estrutura e Habitação, Paulo Duarte durante a abertura da Semana de Mato Grosso do Sul que comemora os 27 anos de criação do Estado.

Segundo Paulo Duarte, a Semana do Mato Grosso do Sul marca o grande momento do Estado com a colusão das obras inacabadas “que representam o desperdício do dinheiro público”. O secretário de Infra- Estrutura e Habitação fez um balanço sobre as obras que serão inauguradas durante toda a semana e citou a entrega do Tribunal de Contas, que integra agora junto aos demais poderes a sede própria no Parque dos Poderes. No Parque das Nações Indígenas, Paulo Duarte lembrou da entrega da Concha Acústica que ocorre na próxima segunda-feira (11-10) e da conclusão do Museu do Índio.

A transformação da obra inacabada da rodoviária no bairro Cabreúva em um centro de arte, cultura e lazer também foi citada pelo secretário. Outra importante obra do Governo do Estado é a ampliação do ramal do gás na Capital, que vai atender 80% do centro da cidade possibilitando maior utilização em escalas comercial e residencial. O Parque do Produtor seria a última obra inacabada de Campo Grande que já está em fase final de negociação quanto a sua utilização. “Mato Grosso do Sul não é mais um cemitério de obras inacabadas, afirmou Paulo Duarte.

Em seu discurso, o secretário frisou os Centros de Cultura, Esporte e Lazer que estão sendo Construídos em Ponta Porã, Dourados e Corumbá como obras prioritárias para o interior do Estado e que serão de acesso principalmente à população pobre. “As obras já foram iniciadas nas três cidades comprovando que o Governo do Estado planeja, prioriza e dá andamento a obras importantes não só do ponto de vista da equipe de governo, mas também para a população que sempre é ouvida”, explicou.

Obras como a construção de 500 quilômetros de asfalto; 2,9 mil quilômetros de rodovias recuperas; 17 obras de saneamento sendo executadas em 11 municípios, entrega de 12 postos de saúde e quatro hospitais demonstram que o governo de Mato Grosso do Sul não é apenas voltado para programas de inclusão social. “Mato Grosso do Sul começa a ser conhecido também como estado da geração de emprego e das grandes obras”, concluiu Paulo Duarte.
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV