Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de abril de 2021
Busca
Brasil

Governo estadual lança na segunda-feira programa Exporta MS

6 Ago 2004 - 10h46
Pela primeira vez, desde a criação de Mato Grosso do Sul, a balança comercial do Estado vai apresentar, no final de 2004, valores superiores a US$ 1 bilhão. Essa é uma das boas notícias que a Superintendência de Indústria e Comércio (SIC), da Secretaria de Estado da Produção e do Turismo (Seprotur), apresenta na próxima segunda a partir das 8h30 no auditório Engenheiro Agrônomo Carlito Batistoti - Idaterra (Instituto do Desenvolvimento Agrário, Assistência Técnica e Extensão Rural) –, em Campo Grande, durante o seminário Dinâmica e desempenho dos setores produtivos do Estado.

Com programação que envolve seis temas de grande relevância para o desenvolvimento da economia sul-mato-grossense, os técnicos da Seprotur (Secretaria de Estado da Produção e do Turismo) apresentarão trabalhos que tratam desde o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), às exportações, análise do mercado chinês, recursos minerais, incentivos fiscais e ainda o lançamento de um novo programa que será divulgado em algumas regiões do Estado a partir do próximo mês: o Exporta MS.

“Queremos aumentar e diversificar a pauta das exportações e, principalmente, inserir a pequena empresa no contexto do comércio exterior. Difundir a cultura exportadora pode resultar em ótimos negócios. Atrair divisas para Mato Grosso do Sul significa crescimento na economia do Estado”, comenta o superintendente de Indústria e Comércio da Seprotur, Washington Luiz Valente ao falar do novo plano de trabalho do governo estadual para o setor.

Dentro do Exporta MS, as Recomex – que são reuniões de comércio exterior –, como explica o assessor-técnico da Seprotur, Miguel Quevedo, são o que mais chamam a atenção. “A nossa estratégia de trabalho está no princípio de difundir as vantagens do comércio exterior. Iniciando por Dourados, iremos passar por 10 municípios, finalizando em Campo Grande, uma série de reuniões em que estaremos divulgando a cultura exportadora bem como minimizando o paradigma de que exportar é para poucos”, frisa.

Todo esse trabalho está sendo desenvolvido em parceria com grandes nomes como Banco do Brasil, Correios, Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio (MDIC), Agência de Promoção das Exportações do Brasil (Apex) e Ministério das Relações Exteriores (MRE).


Destaques - Balança comercial favorável e um princípio de pico constante nas exportações. “Só pra se ter uma idéia desses números, no primeiro semestre de 2004, comparado com o mesmo período do ano passado, Mato Grosso do Sul foi o estado do Centro-Oeste que mais cresceu nas exportações, cerca de 49,6% contra 47,1% de Mato Grosso, 40,2% de Goiás”, comenta o também assessor-técnico da Seprotur, Roberto Bertoni.

Na tendência de um fechamento anual, onde a perspectiva da balança comercial é de superar US$ 1 bilhão – conforme o relatório da SIC nos últimos 13 meses, junho/2003 a junho/2004, esse número já registra aproximadamente US$ 1,3 bilhão – além do binômio soja-carne, novos produtos já vem se destacando com um potencial de crescimento em curto prazo.

“A fase de agregação de valores na agropecuária está se consolidando. Temos que inovar e essa verticalização da produção pode estar em muitas outras potencialidades que nós temos, mas ainda não são tão exploradas. Com a implantação do pólo mínero-siderúrgico e gasquímico, e também com o aproveitamento das jazidas de mármore e granito, há uma grande tendência de o setor mineral crescer no Estado e conquistar espaço no mercado nacional e internacional”, acrescenta o assessor-técnico da Seprotur, Eduardo Marcos da Silva.

Outros destaques, sobre possíveis produtos com potencial de exportação pelo Estado, como obras de madeira, açúcar, carne de frango e derivados também deverão ser apresentados e comentados pela equipe da Seprotur durante o seminário. Mais informações pelo telefone 318-5018.


Programação

9-08-2004

08:30-09:00
Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Desenvolvimento dos setores industrial, comercial e serviços.
Apresentação: Jerônimo Chaves.

09:00-09:20
Recursos minerais.
Apresentação: Eduardo Marcos da Silva.

09:20-09h40
Exportações: análise e desempenho das exportações em 2003 e análise do 1° semestre de 2004.
Apresentação: Roberto Bertoni.

09:40-09:50
Intervalo.

09:50-10:10
Exporta MS.
Apresentação: Miguel Quevedo.

10:10-10:30
Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI). Incentivos Fiscais. Fechamento de 2003 e avaliação do 1° semestre de 2004.
Apresentação: Tito Ruchkys.

10:30-11:00
China. Análise do mercado chinês.
Apresentação: Washington Luiz Valente.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA EM CACHOEIRA
Mãe e filha morrem vítima de tromba d'gua em cachoeira; cunhado também morreu
ASSÉDIO À MENOR
Pastor é investigado após ser filmado beijando e oferecendo dinheiro a adolescente de 14 anos
UTRAPASSAGEM FATAL
Tio e sobrinho morrem "esmagados" por caminhão em rodovia
FATALIDADE
Bebê morre eletrocutado após morder fio de carregador de celular
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
REVOLTANTE
A intérprete que descobriu na aula de Libras que pastor abusava de adolescente
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19