Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Geraldo quer revitalizar rodoviária de Dourados

9 Nov 2010 - 08h14Por Fátima News com assessoria

Localizado na região que mais se desenvolve comercialmente em Dourados – ao lado do Shopping Avenida Center e em frente ao hipermercado Extra – o terminal rodoviário de Dourados é atualmente um dos prédios públicos mais castigados pelo efeito do tempo no município.

A opinião é do deputado federal Geraldo Resende (PMDB), que nos próximos dias vai manter interlocuções com a prefeita interina, Délia Razuk (PMDB), solicitando a elaboração de um projeto arquitetônico, prevendo a completa reforma e readequação do prédio. Com a proposta em mãos, o parlamentar pretende articular a viabilização de recursos federais, em Brasília.

Para Geraldo, a revitalização da rodoviária de Dourados é uma necessidade pela situação em que se encontra um dos principais prédios públicos do município, responsável pela primeira impressão daqueles que chegam de ônibus dos mais diferentes pontos do país.

Segundo o deputado, atualmente, a rodoviária passa às pessoas que chegam e saem de Dourados uma imagem que ‘destoa’ da realidade vista no novo centro comercial do município. Construída há mais de 30 anos e com parte de sua infraestrutura já comprometida, o local nunca recebeu uma reforma consistente, a não ser obras de manutenção e reformas simples, como pintura das paredes.

Essa será a terceira vez que Geraldo vai solicitar à Prefeitura a elaboração do projeto de revitalização do terminal. O deputado já havia enviado ofícios ao prefeito afastado com essa proposta. Nesses documentos, o parlamentar se comprometeu em buscar os recursos necessários no Ministério do Turismo.

No entanto, na época, o prefeito afastado sequer respondeu aos ofícios. “Já nos colocamos à disposição do município para articular essa revitalização. Entretanto, para tentar me prejudicar politicamente, o prefeito afastado engavetou nossos ofícios e ignorou a necessidade de uma imediata intervenção naquele espaço. Agora, com a presença da prefeita interina, Délia Razuk, vamos novamente retomar as conversas nesse sentido”, comentou Geraldo.

O parlamentar, explica que no projeto que está solicitando a prefeita Délia, propõe que seja feito um estudo para readequação das instalações do prédio, a fim de que os espaços ali existentes possam melhor aproveitados, já que a parte superior sempre foi muito pouco usada. Ali, argumenta Geraldo, poderiam estar funcionando estruturas como praça de alimentação, restaurantes, espaços para exposições de trabalhos artísticos, feiras de artesanato, enfim, atividades que possam atrair pessoas, incentivar a cultura e gerar renda.

Geraldo diz que outra área que precisa ser readequada é a da parte que faz limite com a Rua Joaquim Teixeira Alves, onde poderia existir uma bonita praça, com arborização e estruturas para convivência e lazer. “Gostaria de poder viabilizar recursos para a rodoviária douradense, da mesma forma que já fiz, por exemplo, para Itaporã, Bonito e Bodoquena, cujas administrações se preocuparam com a aparência de seu terminal rodoviário e tiveram em mim um parceiro”, conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada