Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Brasil

Geraldo quer providências para a questão dos transplantes em MS

5 Fev 2010 - 16h25Por Dourados News

O deputado federal Geraldo Resende disse que ficou estarrecido ao ler na imprensa informações sobre o não funcionamento da Central de Transplantes de Mato Grosso do Sul. De acordo com matérias de jornais de Dourados e de Campo Grande, há cinco meses a Santa Casa suspendeu as cirurgias, obrigando 330 renais crônicos de MS a aguardar na fila de espera. O parlamentar disse que vai atuar, tanto em Brasília quanto em Mato Grosso do Sul, para articular, com as autoridades responsáveis, uma solução para o problema.
Geraldo afirma ter constatado que Mato Grosso do Sul regrediu neste quesito da saúde pública. “Quando fui secretário estadual de Saúde Mato Grosso do Sul conquistou, na época, a segunda posição em número de cirurgias de rins no País (por milhão de habitantes). Agora, o Estado despencou para a sexta colocação”.
De acordo com a imprensa, no ano passado, até outubro, a Santa Casa de Campo Grande fez apenas 14 procedimentos dessa natureza, enquanto que em 2001, quando Geraldo foi titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES) foram realizados no Estado 113 transplantes, sendo 46 de rim, 4 de coração, 62 de córnea e 1 de válvula cardíaca.
Para Geraldo Resende, a situação atual não pode continuar. Ele lembra que o transplante é uma terapia consolidada no mundo inteiro e possibilita importante sobrevida e reabilitação, a longo prazo, a pacientes que, de outra forma, não teriam esperança de cura. “Como médico e atual membro da Frente Parlamentar da Saúde vou envidar todos os esforços e articular, tanto em Brasília quanto em Mato Grosso do Sul, para que possamos encontrar a solução para esses problemas”, acrescenta.
Geraldo disse que ficou triste com as informações que leu nos jornais desta sexta-feira. “Nós que lutamos pela vida, que estamos diariamente na Câmara Federal em busca de recursos para a melhoria da saúde pública no país e em particular em nosso Estado, não podemos ficar inertes diante desse quadro”, afirmou.
O parlamentar finaliza, registrando que, em sua opinião “a imprensa exerce papel fundamental ao levantar questões como essas e levá-las ao conhecimento público. Desta forma, as autoridades são alertadas e cobradas e daí podem advir as soluções”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado